Sobre como a África do Sul é linda

Sobre como a África do Sul é linda

Hoje a nossa viagem será longa, mas marcada por cenários compostos por montanhas imponentes, girafas, leões, elefantes, praias incríveis, florestas tropicais, savanas e o pôr do sol mais incrível do mundo. Isso e muito mais, só encontramos em um destino, na colorida África do Sul.

Viaje para África do Sul com o pacote promocional do Zarpo

África do Sul

Mesmo sendo um país belíssimo e com muitos atrativos para um viajante desbravar, os encantos da África do Sul ficaram escondidos e abafados por décadas, devido a segregação do apartheid, regime controlado apenas por brancos que impunha regras e leis para separar o povo negro, como por exemplo, a proibição de pessoas negras em determinados lugares e o casamento com brancos.

Com apenas 20 anos do fim do apartheid, os negros na África do Sul ainda buscam o seu lugar e o turismo cresce gradativamente, principalmente depois que o país sediou a Copa do Mundo, em 2010, atraindo os olhares dos viajantes para as suas incontestáveis belezas.

Comece por Johannesburg

johanesburgo

Não vá esperando encontrar apenas a imagem safári que os documentários sobre animais selvagens atribuíram à África do Sul, Jo’burg, como é chamada carinhosamente por seus moradores, é dividida em várias regiões que exibem edifícios altos, grandes avenidas, shoppings luxuosos, restaurantes sofisticados, bares badalados, mansões e hotéis 5 estrelas.

A maior cidade de um país superpopuloso, com habitantes negros, brancos, mestiços e asiáticos e 11 línguas oficiais, não iria fugir à regra quando se trata das mazelas comuns às grandes metrópoles, mas rende um turismo de luxo e muito cultural com diversas opções de museus e centros culturais.

Os melhores museus da África do Sul

apartheid-museu

O principal e mais importante museu da África do Sul é o Museu do Apartheid. O grande acervo apresenta fotos, vídeos e objetos que nos dão uma noção bem clara (e triste!) dos impactos causados pela segregação racial no país. Para um roteiro bem cultural na cidade, ainda dá para acrescentar na lista de passeios o Museu Nacional de História Militar da África do Sul, o Lindfield Victorian House Museum e o Origins Centre.

Compras em Johannesburg

Compras em Johannesburg, África do SulImagem ilustrativa

Quem não abre mão de voltar da viagem com algumas lembranças exclusivamente garimpadas no destino, não pode deixar o Sandton City de fora. No maior shopping do continente africano há mais de 300 lojas para tentar os viajantes consumistas com marcas como Hugo Boss, Gucci, Guess, Louis Vuitton e muitas outras grifes famosas. Os preços, no entanto, não são muito mais vantajosos que nas lojas brasileiras.

Ao lado do Sandton City, outra parada obrigatória para comprar e descobrir a gastronomia sofisticada de Johannesburg é a Nelson Mandela Square. São cerca de 80 lojas, muitos restaurantes e bares na praça que exibe uma estátua do ex-presidente e um dos grandes lutadores conta o apartheide.

Para conseguir uma economizada mais expressiva no seu tour de compras pela África do Sul, o Melrose Arch é o melhor. O grande complexo a céu aberto oferece diversas lojas, além de bons bares, cafés e restaurantes para um pit stop após bater perna enchendo as sacolas. Os barzinhos com mesas na calçada costumam servir de rota para quem quer curtir a noite na cidade.

África Gourmet

culinaria-africaImagem ilustrativa

Para experiências mais quentes, aromáticas e exóticas na África do Sul, é indispensável acrescentar no roteiro um dos mercados de Johannesburg. Aos domingos, das 10h às 15h, o Market on Main rende o dia todo de passeio para vasculhar seus galpões com temperos, roupas, acessórios, calçados, móveis, bijus e, claro, comidinhas, muitas e de todos os tipos.

Reserve também boas horas do seu sábado para desbravar o Neighbourgoods Market e se deliciar (ou não) com as diversas iguarias nele oferecidas. O primeiro andar do prédio fica tomado de gente e de barracas. É praticamente impossível sentar, então a dica é chegar cedo (a feirinha gourmet vai das 9h às 15h) e também ir de estômago vazio porque lá você vai encontrar pizzas, hambúrgueres, queijos, ostras, bolos, doces…. No andar de cima há alguns estandes com artesanatos e bijus para a comprinha não passar em branco.

E se as compras não saem tão mais em conta que em terras tupiniquins, comer em Johannesburg é um ótimo negócio porque além de excelentes restaurantes, os valores são bem honestos comparados aos caros restaurantes do Brasil e a variedade é digna ao tamanho da cidade.

Para saborear a típica comida da África do Sul, procure por algum restaurante da rede Moyo que a experiência será completa. Lembra-se do complexo para compras ao ar livre, o Melsore Arch? Nele você encontra uma unidade muito charmosa da rede e pode saborear as iguarias, ouvir a música e apreciar a dança africana.

África do Sul para perder o fôlego

Blyde River Canyon, África do Sul

Tudo bem, já chega de roteiro urbano, né?! Agora vamos para os lados mais selvagens e incríveis da África do Sul. E, se é para ficar sem ar, não tem como não indicar o Blyde River Canyon, o terceiro maior cânion do mundo e o primeiro com visual todo verdinho. O lugar abriga paisagens fantásticas de cachoeiras, bosques tropicais, interessantes formações rochosas esculpidas pelo rio e mirantes naturais incríveis, como o Wonderview, o God’s Window e as imponentes rochas Three Rondavels.

Kruger National Park

Estão sentindo falta dos animais selvagens? Estão inquietos se perguntando “Natália, cadê os safáris?”. Então, vamos ao Kruger National Park, o famoso parque por onde cerca de 150 espécies de mamíferos circulam livremente. Sim, é nele que em carros 4×4 os visitantes podem chegar pertinho de leões, leopardos, elefantes, girafas, búfalos, hipopótamos, rinocerontes e uma grande variedade de aves. No parque há várias opções de passeios: com elefantes, voos panorâmicos de balão, safáris durante a luz do dia e, para os aventureiros de nível hard, também tem safári à noite.

Cape Town, a cidade maravilhosa da África do Sul

Cape Town, África do Sul

Se até aqui, você já estava apaixonado pela África do Sul, ao chegar a Cape Town, a paixão vai triplicar. Na capital legislativa do país, os cenários ganham o belíssimo contorno da imponente Table Mountain, montanha com cerca de cinco mil metros de altura. O melhor? É possível chegar ao seu topo. Melhor ainda? Existe um bondinho que leva 2 minutos, a saída para quem não quiser a opção número dois, subir na raça.

Table Mountain, África do Sul

Se você faz o tipo sedentário, que para no lado esquerdo da escada rolante do metrô, espera por horas a luz do seu prédio voltar, mas não encara 3 andares de escada, vá de bondinho. Se acha que aguenta, que é hora de colocar todo o seu treino de pernas da academia em prática, vá caminhando, mas se prepare com bastante água e um tênis realmente apropriado, ou chegará ao topo descalço.

São no mínimo 2 horas e aproximadamente 5 (com paradas e em ritmo leve) caminhando e subindo os degraus naturais que se formam no decorrer da trilha. Ficou muito puxado? Precisa frequentar mais a academia? Calma dá tempo de desistir. Ao longo do trajeto os militares resgatam de helicóptero quem passar mal ou simplesmente amarelar.

Nem preciso ressaltar que ao fim o esforço será compensado com o visual panorâmico, a comida do ótimo restaurante situado lá no topo e, que o bondinho estará lá para o trajeto de volta. Você já foi guerreiro o bastante, não se acanhe de voltar de bondinho.

E na África do Sul ainda tem praias lindas

Lindas praias da África do Sul

Depois de um dia nesta aventura, Cape Town reserva aos viajantes praias estonteantes para recuperar a energia à beira do mar, porém muitos banhistas se mantêm somente à beira mesmo, na sombra do guarda-sol, na areia. As águas azuis que banham as praias da África do Sul são muito frias, no entanto sempre tem uns mais corajosos que desafiam a baixa temperatura. E você, encara?

Lindas praias da África do Sul

Já aviso que também não é nada fácil resistir às águas cristalinas, apenas observando da areia. A começar pelas 4 exuberantes versões da Clifton Beach, considerada uma das mais belas do litoral africano. A praia com mansões em seus costões é separada por pedras, e a cada trecho de areia, o público também se diferencia: menos frequentada, mais família, público gls e badalada.

Camps Bay é outro paraíso de praia, concorrendo com a anterior no quesito cenário arrebatador! Bem familiar e procurada por celebridades, a praia oferece aos seus visitantes ótima estrutura com restaurantes e bares à beira mar. O cenário não poderia ser mais lindo: à frente o mar azul, ao fundo a imponente cadeia de montanhas dos 12 apóstolos e ao lado direito a outra icônica montanha da África do Sul, Lion’s Head.

Lindas praias da África do Sul

O pôr do sol nestes três locais de Cape Town é simplesmente deslumbrante! Na areia da Camps Bay, de onde se pode ver o astro rei se despedir no horizonte, indo de encontro com o mar e criando um mágico efeito alaranjado no mar, no céu e nas montanhas dos 12 apóstolos.

Outro jeito exclusivo e ainda com um toque de aventura é assistir o sol se pôr do topo da Lion’s Head que, assim como a Table Mountain, é acessível através de caminhadas e um pouco de esforço físico. Em cerca de 2 horas é possível alcançar o topo da Lion’s e admirar um visual único de Cape Town, além do pôr do sol mais privilegiado.

Lindas praias da África do Sul

A terceira praia mais, eu diria fofa, é a Boulders. Fofa? As areias são fofas? Também, mas a fofura está em quem toma conta da areia. Praia de surfistas? Não, praia dos pinguins africanos. Na vila de Simon’s Town, pertinho de Cape Town, esta praia já tem público bem definido e é exclusiva a eles.

Como ao se deparar com essas gracinhas, os viajantes piram, não é possível ir até areia, para não chegar muito perto dos animais. Há passarelas de onde as pessoas podem babar e tirar muitas fotos, enquanto os pinguins curtem tranquilões a praia deles. Do contrário, imagine: seria um tal de gente fazendo selfie com pinguim, ou pior, querendo levar um para casa.

A verde e roxa Pretória

Jacarandás em Pretória, África do Sul

Além de comer bem, fazer compras e passeios culturais em Johannesburg, atividades de aventura e aproveitar a natureza exuberante de Cape Town, o turista que viaja para África do Sul, encontra em Pretória uma charmosa e tranquila cidadezinha com ares europeus. A capital administrativa do país exibe um cenário verde com mais de 100 parques, reservas naturais e ruas arborizadas por jacarandás made in Brazil que, na primavera, colorem a cidade de roxo.

Union Buildings, África do Sul

O charme se completa com casarões colônias do século 19 com belos jardins, muitos monumentos e a arquitetura de prédios históricos como os imponentes Union Buildings, residência do presidente da África do Sul. A maior concentração de tesouros históricos da cidade, o viajante encontra na Cruch Square, um bom lugar para fotos.

Olha, eu sei que me empolguei, mas ainda ficaria muito tempo aqui contando para você os encantos deste país, mas vou deixar que se surpreenda descobrindo mais em sua viagem para África do Sul. Quer um desconto na sua trip? Aproveite as tarifas promocionais dos pacotes do Zarpo!



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *