Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

Bem-vindo a Curaçao! A ilha caribenha colonizada por holandeses, reúne tudo o que esperamos de uma viagem ao paraíso. Praias de areia branquíssimas e mar cristalino, corais e vida marinha abundante para mergulhos, diferentes atividades para curtir a natureza exuberante do destino e gastronomia variada e de primeira. No C do ABC do Caribe, o verão se faz presente o ano inteiro e, para completar, a colorida arquitetura colonial holandesa agrega muito charme às ruas da capital Willemstad.

Reserve com o Zarpo o seu pacote promocional e conheça o melhor do Caribe

O Caribe de Curaçao

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês! Cas Abao

Pequenas no tamanho, mas enormes na beleza, as praias de Curaçao têm areia cor de neve, mar azul intenso, águas calmas, morninhas e, em algumas, um preço para desfrutar do paraíso.
Na maravilhosa Cas Abao, uma das maiorzinhas da ilha, além de árvores e coqueiros, quiosques de sapê protegem os banhistas do sol, um bar garante os drinks e espreguiçadeiras o bronzeado. É perfeita para o snorkel, mas em suas águas cristalinas é fácil ver os peixinhos até sem o equipamento. O acesso a ela é feito apenas por carro e custa em torno de US$6.

Outro pequeno paraíso pago de Curaçao é a Praia Porto Mari. Sua areia é mais rosada, além do azul, a água tem tons esverdeados, e para curtir o dia de mar com todo conforto, a estrutura é completinha, com restaurantes, banheiros, chuveiros e até empresa de mergulho com cilindro, para quem quiser ir mais fundo nas belezas submersas da ilha. O valor é por pessoa, cerca de US$2,50.

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês! Kenepa Beach

Agora, a cereja do bolo de Curaçao é a encantadora Kenepa Beach. Chegar bem cedinho, quando ainda está vazia, conquistar uma boa sombra e passar o dia curtindo os seus cenários surreais, não tem preço. Não mesmo! A praia considerada uma das melhores do Caribe, é pública, e para curtir suas belezas não é preciso pagar taxa.

golfinhos-curacao-zarpo-magazine

Uma praia que é parada obrigatória é a Seaquarium Beach, situada bem pertinho do centro da ilha, a apenas 10 minutos. Os viajantes dessa praia podem realizar o sonho de nadar com golfinhos, no Sea Aquarium, um grande aquário com diversas atividades. Além de encontrar os fofos mamíferos e dar aquele clássico beijinho (sem entrar na água), também é possível mergulhar na lagoa natural com os golfinhos e o treinador, que irá ensinar a interagir com os animas. A parte mais inesquecível é quando os visitantes seguram nas nadadeiras dos golfinhos e eles saem puxando em uma velocidade incrível. Alimentar arraias, tartarugas marinhas e flamingos também faz parte do passeio.

Do fundo do mar

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

Além de conseguir ver muitos peixinhos e corais através de mergulhos com snorkel, Curaçao é um paraíso para praticar mergulho com cilindro. São cerca de 60 pontos de mergulho na ilha, principalmente no lado oeste, que chega a 30 metros de visibilidade. São as condições perfeitas para contemplar as 57 espécies de corais, mais de 500 de peixes tropicais, florestas de esponjas, cavernas submarinas…

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

E, se não bastasse a abundante vida marinha, as profundezas da ilha estão cheias de surpresas, como o cargueiro Superior Producer, que afundou em 1978, e está a 30 metros de profundidade, servindo de abrigo para diversos animais. Tem também os restos de um avião, e um cemitério de carros, o Car Pile, com a carga que restou do navio S.S Orange Nassau, naufragado em 1909.

Está pensando que mergulho com cilindro é coisa séria e precisa de cursos PADI (Professional Association of Diving Instructors)? Está com a razão, mas não precisa se preocupar, porque em Curaçao o que não faltam são boas escolas de mergulho. A Atlantis Diving é uma das mais tradicionais e famosas da ilha.

A Holanda de Curaçao

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

Imagine que legal viajar para o Caribe e também ter uma experiência europeia? A histórica e charmosa capital de Curaçao, Willemstad, é dividida em dois bairros pela Queen Emma, uma interessante ponte flutuante exclusiva para pedestres. Ao norte da ponte fica Otrobanda, e ao sul Punda, local no qual o viajante sente que está na Holanda.

Além das praias, um dos cartões postais que levam os viajantes a Curaçao, está em Punda. Os belos casarões coloridos e ao estilo colonial holandês, situados às margens do canal, são considerados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e abrigam bares e restaurantes, como o Iguana Café, que com suas mesinhas à beira do canal, proporciona uma vista linda, principalmente no entardecer.

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

O passeio por Punda ainda inclui umas comprinhas na tradicional loja Penha e no pitoresco Mercado Flutuante. Os barquinhos vindos da Venezuela, situada a cerca de 70 km de Curaçao, ancoram no cais Sha Capriles e os comerciantes vendem frutas, legumes, peixes, artesanatos e outros produtos.

Do lado de Otrobanda, comece o passeio tirando as melhores fotos dos casarões de Punda. É o melhor ângulo! Aproveite umas comprinhas no Renaissance Mall e Cassino, shopping aberto, que além de lojas tem um cassino para quem quiser testar a sorte. Ao lado do shopping, faça uma pausa no Rif Fort, forte construído em 1828, que hoje abriga restaurantes, bares e lojinhas.

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

Uma vez em Otrobanda, um bom lugar para saborear gastronomia de primeira, enquanto observa o mais belo pôr do sol de Curaçao, é o De Gouverneur, antiga casa do governador e onde hoje funciona um restaurante bem charmoso, com mesinhas na varanda com vista para o canal e o espetáculo do astro rei.

Curiosidades

Bon bini a Curaçao, o Caribe holandês!

Curaçao é uma grande mistura de nacionalidades e isso se reflete muito nas línguas faladas. Apesar do holandês ser a língua oficial, grande parte da população fala o papiamento, uma mistura do holandês, espanhol, inglês, africano e até português.

Muita gente pensa que o nome da ilha tem relação com a palavra coração, mas a verdade é que Curaçao vem da arte de curar. Diz a lenda que, quando os navegadores portugueses chegavam enfermos, eram curados com bebidas feitas a partir das frutas da ilha. Acho que, na verdade, eles nem precisavam tomar nada, só os cenários incríveis desse paraíso caribenho já tinham o efeito de bálsamo, não acha?

Viu como Curaçao é uma das mais incríveis ilhas caribenhas? Aproveite o pacote promocional do Zarpo e viaje para esse paraíso no Caribe com um toque holandês.



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *