Abra os olhos para as belezas de Brasília!

Abra os olhos para as belezas de Brasília!

Sim, a imagem política de Brasília é de causar vergonha e revolta até nos brasileiros menos politizados. Mas, uma coisa não se pode negar: Brasília tem sua beleza! E, mesmo que as “nuvens” de corrupção e descaso nublem as curvas modernistas da capital do Brasil, a cidade moderna e planejada que foi erguida onde só existia serrado e deserto, merece ser enxergada com outros olhos.

Brasília de Niemeyer, Lúcio Costa, Burle Marx e dos “Candangos”

É impossível falar de Brasília, principalmente da arquitetura modernista de Brasília, sem dar os devidos créditos ao genial arquiteto Oscar Niemeyer. Para ser justa, a beleza arquitetônica e paisagística da capital do Brasil leva os créditos não só do nosso arquiteto centenário, mas também do urbanista Lúcio Costa e do paisagista Burle Marx.

E, para ser justa de verdade e não faltar créditos a quem de fato colocou a mão na massa e derramou seu suor para que Brasília ficasse prontinha em apenas 4 anos, não podemos esquecer dos “Candangos”, nome dado aos milhares de operários que migraram de diversas regiões do país para construir a nova capital do Brasil.

A cidade que nasceu de um concurso!

brasilia-zarpo-magazine

Foi no governo de Juscelino Kubitschek que surgiu a ideia de construir a nova capital do país em meio ao deserto a perder de vista da região Centro-Oeste do Brasil. E, para projetar Brasília, o presidente elaborou um concurso, no qual, o arquiteto Lúcio Costa desbancou 25 projetos e foi o escolhido com sua revolucionária e ousada ideia que dividia a cidade em setores.

Com o formato de um avião, ou libélula, como o próprio Lúcio Costa sugeriu, Brasília inaugurou em abril de 1960, dividida em 4 escaladas ou eixos, como são chamadas as regiões organizadas para morar, se divertir, onde funciona o comércio e os centros de decisões políticas.

A Escala Monumental de Brasília

brasilia

É no Eixo Monumental que estão concentrados as construções que mais representam a arquitetura moderna brasileira. Na Praça dos Três Poderes, indispensável até para o turista que odeia política (ou políticos), estão situados o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal, ambos com pilares em formatos que não negam a autoria de Niemeyer. Outra obra de arte é o icônico Congresso Nacional, onde funcionam o Senado Federal e a Câmara dos Deputados com suas duas cúpulas côncavas e convexas, uma voltada para cima e outra para baixo.

Moderna na arte!

As linhas curvas e contemporâneas de Brasília não se limitam apenas às construções do Eixo Monumental. Além das casas onde os rumos do Brasil são decididos, é validíssimo uma visita ao Teatro Nacional Claudio Santoro, o maior conjunto arquitetônico realizado por Niemeyer. Nosso arquiteto também estava inspirado ao planejar a pirâmide de 46 metros de altura que segue o estilo arquitetônico dos astecas, sem cume. No Teatro Nacional também se destaca o trabalho do artista Athos Bulcão que desenhou os cubos e retângulos nas laterais da pirâmide. O talentoso Burle Marx também deu seu toque verde com os belos jardins da parte interna.

Moderna na fé!

Catedral Metropolitana, uma das obras de destaque de Oscar Niemeyer

Sim, até na fé! Quem está acostumado a visitar igrejas históricas, fica boquiaberto com a surpreendente arquitetura da Catedral Metropolitana. As 16 colunas curvas são vistas de longe, passando pelas estátuas gigantes que simbolizam os 4 evangelistas e, chegando ao interior, onde as 3 esculturas de anjos suspensas mais a iluminação que entra através dos vitrais coloridos, criam uma atmosfera incrível até para quem não tem fé.

E a minha estada em Brasília?

Royal Tulip Brasilia. Exemplo de boa arquitetura na capital simbolo da modernidade

Já que na capital do Brasil a arquitetura sempre dá um show, o hotel que oferecemos para você se hospedar em Brasília, não seria diferente. O Hotel Golden Tulip Brasília tem sua arquitetura assinada por Ruy Ohtake, arquiteto de prestigio, considerado um dos melhores do Brasil. Os ótimos serviços e comodidades deste hotel só não perdem para a localização mais que privilegiada: à beira do Lago Paranoá, vizinho do Palácio da Alvorada (outra obra monumental de Brasília) e a menos de 10 minutos do centro comercial da cidade.



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *