Caldas Novas, um destino quente por natureza

Caldas Novas, um destino quente por natureza

A cerca de 1000 quilômetros do oceano, em pleno cerrado brasileiro, um destino turístico atrai viajantes de todos os cantos do país em busca de uma atração em especial: suas águas. Por que mesmo tão longe do mar Caldas Novas é famosa por suas águas? No município situado no estado de Goiás existe um segredo quente, bem quente, que brota do subsolo e abastece lagos e piscinas dos resorts e dos parques aquáticos que divertem e relaxam turistas de todas as idades.

Viaje para Caldas Novas e economize nas diárias dos melhores hotéis

Das profundezas de Caldas Novas

Toboágua no Rio Quente Resorts, Caldas Novas

Tá, e como as águas são naturalmente quentes em Caldas Novas? A chuva se infiltra a cerca de 2000 metros no subsolo e o calor das profundezas aquece a água que, por causa da pressão, volta à superfície em temperaturas que variam de 30 a 57º C. Muitos lugares do Brasil e do mundo contam com fontes de águas termais, mas Caldas Novas se destaca como a maior estância hidrotermal do planeta. São aproximadamente 86 poços em atividade, bombeando cerca de 1.200 m³ de água, por hora.

Além da diversão de deslizar por toboáguas e cair em piscinas quentinhas, as águas termais têm propriedades terapêuticas e rejuvenescedoras tanto para o banho, quanto para a ingestão. As poderosas águas de Caldas Novas são indicadas para tratamentos de doenças reumáticas, alergias, gastrite, artrite, nevralgias e muitas outras enfermidades, além de aumentar a vitalidade sexual. Nenhum desses males aflige você? Então se jogue na diversão e aproveite os seus efeitos altamente relaxantes, afinal, bem estar nunca é demais, é?

Hot Park, um capítulo à parte em Caldas Novas

Toboágua no Rio Quente Resorts, Caldas Novas

Não em Caldas Novas, mas na vizinha Rio Quente (apenas 22 km) está a grande atração dos viajantes, o Hot Park, maior parque aquático da América do Sul. São aproximadamente 55 mil metros quadrados com piscinas de todos os tamanhos, toboáguas para todos os tipos de corajosos e, pasmem, uma praia. (Oi? Praia no cerrado? Hoje a Natália está doidona, só pode!) Pensou isso? Pois errou, caro leitor!

Dá até para surfar no Rio Quente Resorts, em Caldas Novas

No complexo do Hot Park não só tem uma praia, como ela é a maior do mundo com águas quentes naturais e uma das 5 maiores do planeta. A Praia do Cerrado tem 25 mil m², areia banquinha e ondas. Sim, surfistas, podem levar as suas pranchas para Goiás que as ondas desta praia chegam a 1,20 metros de altura. E, quem nunca praticou o esporte antes, pode aprender com a escolinha de surf para adultos e acrianças a partir de 7 anos.

Além de nadar, deslizar e pegar ondas, no parque de Caldas Novas os aventureiros também têm vez com atividades como arvorismo com 12 tipos de obstáculos, escalada e rapel em um paredão de rochas naturais com 15 metros de altura e tirolesa de 90 metros de extensão a 40 km/h, com pouso no lago quente.

Mais parques aquáticos em Caldas Novas

DiRoma,em Caldas Novas

Com essa quantidade enorme de águas naturalmente quentinhas, não é de estranhar que Caldas Novas ofereça mais de um parque aquático aos seus viajantes. O diRoma Acqua Park é uma opção que diverte toda a família com atrações radicais, navio pirata, rio lento, piscinas com ondas e mais.

No destino ainda tem o Lagoa Termas Parque com a Lagoa de Pirapitinga, as nascentes mais quentes de Caldas Nova. São 11 piscinas com diversos tipos de toboáguas. O Water Park, do grupo Privé, oferece 12 mil m² de muita diversão para os pequenos, grandes e nem tão grandes assim. Com atrações radicais, infantis e para relaxar, é outro parque aquático de Caldas Novas que merece uma visita.

Parque Estadual Serra de Caldas

araras

Cansou das águas quentes ou quer explorar mais atrações em Caldas Novas? A apenas 5 km do centro da cidade é possível desbravar as belezas naturais típicas do cerrado brasileiro no Parque Estadual Serra das Caldas. Criado em 1970 para proteger o lençol termal da região, o parque abre todos os dias, das 8h às 15h e a taxa de visitação custa apenas R$ 5,00.

Com 120 km quadrados, este santuário natural oferece duas trilhas bem sinalizadas que não necessitam de companhia de guias e terminam em deliciosas quedas d’água. Na trilha rumo a Cachoeira do Paredão o trajeto, feito ao som de siriemas, tem cerca de 1 km e muitos degraus. Apesar de um pouco puxado, o esforço é compensado quando ao fim da trilha o visitante chega à queda de 6 metros de altura com poço de água perfeito para mergulhos refrescantes.

cachoeira-zarpo-magazineImagem ilustrativa

A segunda trilha, bem mais leve, leva à Cascatinha com 4 metros de altura. São cerca de 950 metros de trilha, passando pelas diversas espécies de árvores e plantas presentes no cerrado. Durante o percurso dá para fazer uma pausa em um mirante de onde é possível observar a cidade de Caldas Novas e a Serra das Caldas.

Explorando mais Caldas Novas

Clube Náutico, em Caldas NovasImagem ilustrativa

A apenas 8 km do centro de Caldas Novas outra opção para curtir ao ar livre é o Náutico Praia Clube, à beira do Lago Corumbá. É possível aproveitar o dia com passeios de Jet Boat e de escuna que levam às belas cachoeiras naturais do lago.
Para umas comprinhas, faça uma visita ao Shopping Serra Verde que além das lojinhas com artesanatos locais, peças de decoração, souvenirs e chocolates, a torre aberta à visitação é um ótimo ponto para apreciar uma vista panorâmica de toda a cidade de Caldas Novas.

Outa boa oportunidade de levar lembrancinhas de Caldas Novas é ir à Feira do Luar, que acontece aos sábados, domingos e segundas, das 18h às 23h, na Praça Primavera, centro da cidade. As 153 barraquinhas vendem roupas, joias, artesanatos, azulejos pintados, calçados, produtos naturais, cachaças artesanais e diversas opções gastronômicas.

Para o paladar

Empadão Goiano da Tânia, em Caldas Novas

Com as muitas opções de hotéis e resorts, a oferta gastronômica em Caldas Novas não é das melhores, mas ainda assim, rende algumas descobertas. Uma delas é a Pequirula, uma versão da Amarula à base de pequi, fruta típica do Cerrado. Após seis meses curtida na cachaça, a fruta é misturada com leite condensado caseiro, baunilha e chocolate. Outra iguaria de Caldas Novas que faz sucesso entre os turistas é o famoso Empadão Goiano da Tânia. A casa no centro da cidade oferece o salgado em 17 deliciosas versões.

Onde ficar em Caldas Novas

Best Western Le Jardin, em Caldas Novas

As opções na hotelaria de Caldas Novas são ótimas e atendem a todos os perfis de viajantes. No Complexo Rio Quente Resorts há 6 tipos de hotéis. Alguns mais afastados, para quem quer exclusividade e tranquilidade, e outros próximos à diversão dos parques do complexo, ideais para as famílias. Os hotéis dentro do complexo são as melhores opções para os viajantes que querem ficar bem pertinho do Hot Park e da sua Praia do Cerrado. Para quem não abre mão de muito luxo durante a viagem, o Best Western Le Jardin é o lugar certo.

Boulevard Privé, em Caldas Novas

No Boulevard Privé Suíte Hotel, além das 5 piscinas termais, abertas 24h por dia, ôfuros e playground aquático para criançada, os hóspedes têm acesso ao Water Park e às águas termais do Clube Privé, ambos situados ao lado do hotel. Outra hospedagem em Caldas Novas, também do Grupo Privé, que merece destaque, é o Privé Riviera Park, o maior hotel de águas termais do Brasil. São 14 piscinas, sendo algumas termais e outras frias, cascatas, saunas e piscinas infantis com toboáguas. E, para completar, quem se hospeda nele também tem acesso ao Water Park, Clube Privé e Náutico Praia Clube.

Quer descobrir os segredos quentes e frios de Caldas Novas? Torne-se sócio do Zarpo e aproveite as diárias com descontos



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *