Cananéia: dona do coração dos brasileiros

Cananéia: dona do coração dos brasileiros

Quem mora em São Paulo, não deve saber que a cidade de Cananéia, situada no extremo sul do litoral do estado, é um dos maiores berçários de vida marinha no mundo e um dos últimos pedaços de Mata Atlântica intocada pelo homem. Além de tudo, a cidade que é Patrimônio Natural da Humanidade, foi considerado por uma revista americana (Condé Nast Traveller) o melhor roteiro ecológico do planeta! E você, o que está esperando para visitar esse paraíso que fica a aproximadamente 270 km da capital paulistana?

Descubra o Lagamar Eco Hotel, em Cananéia

Eu sei caro leitor, você está esperando mais dicas da Mag! Então, continue lendo para descobrir todas elas, se encantar por mais esse destino e se surpreender com um Brasil que muitos ainda não conhecem…

Conheça um pouco da intrigante história de Cananéia

Cananéia: Dona do coração dos brasileirosmanufaturadeideias / CC-BY-SA Flickr

A cidade merece ser o número um em muitas coisas, mas guarda um segredo que contradiz a história que aprendemos na escola. O de que Cananéia foi a primeira cidade a ser fundada no Brasil (a maioria dos livros de história considera São Vicente a primeira). E a razão disso é que um português, chamado Cosme Fernandes, conhecido na história como Bacharel de Cananéia, era prisioneiro na Ilha de São Tomé (África) e também servia como ouvidor, mas, foi deixado em 1499 na que hoje é a Ilha Comprida, em Cananéia.

Nas escolas da cidade, essa é a história contada e a qual classifica o povoado como o primeiro do Brasil. E para começar a conhecer essa história de pertinho, o Centro Histórico vai contar um pouco dos acontecimentos que transbordam pelas construções antigas e suas ruas de pedra, que remetem aos primeiros anos de vida do país.

O Museu Municipal de Cananéia pode aprofundar mais seus visitantes em suas lendas e histórias, com fotos, artefatos antigos e um grande tubarão branco taxidermizado, que chama muito a atenção de quem passa por lá. Para completar, uma das principais construções de Cananéia não poderia faltar! A Igreja São João Batista preserva uma construção feita entre 1660 e 1680, usada como fortificação pelos portugueses durante a colonização do Brasil. Passe por lá para completar seu roteiro histórico!

Mergulhe nesse lindo roteiro ecológico!

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

Na região é possível fazer um circuito turístico que pertence ao Vale da Ribeira, chamado Circuito Polo Lagamar, que passa por Cananéia, Iguape, Ilha Comprida e Pariquera-Açu. E é onde está inserido o Parque Estadual do Lagamar de Cananéia, reconhecido pela UNESCO como Zona Núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e Sítio do Patrimônio Natural da Humanidade, além de ser considerado um dos maiores criadouros de espécies marinhas do Atlântico Sul. Mas, se quiser aproveitar as belezas naturais pertinho da cidade (13 quilômetros), visite a Cachoeira do Pitú, um lugar muito procurado para um delicioso mergulho refrescante.

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

Outro passeio que é um dos queridinhos dos visitantes é ir até a Ilha do Cardoso, que guarda muitos tipos de vegetação, 86 espécies de mamíferos catalogados. Lá também é onde encontramos as praias de Cananéia, como a Praia de Itacuruça que guardava um dos símbolos do Tratado de Tordesilhas, uma cruz de pedras que foi achada em 1767. As crianças vão adorar nadar bem próximas aos golfinhos que rodeiam a praia em um mar límpido!

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

A Praia de Marujá é a mais extensa de Cananéia, ideal para caminhadas, sua areia clara é banhada pelas águas de um mar tranquilo. A Prainha tem águas mais escuras por ter um manguezal próximo, já a Praia de Morretinho é o nome da praia de águas claras. Mas, se você não curte muito a agitação do mar, pode mergulhar em uma piscina natural formada por pedras na Praia de Ipanema. A tranquilidade mora aqui!

A praia mais próxima da cidade de Cananéia é a Pereirinha, também dentro de Lagamar, e com suas areias claras e oceano calmo, pode proporcionar momentos de sossego. A Praia do Fole Grande e do Fole Pequeno estão praticamente ligadas, separadas apenas por algumas pedras. E para os adoradores de histórias de pirata, será incrível visitar a Praia de Kayan que é muito calma e selvagem, uma trilha leva até ela.

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

Descubra em Ilha Comprida, a Trilha das Dunas, que tem mais de 400 metros pela extensão da praia. E nela se encontra lagoas, balneários e praias, que podem render um delicioso passeio por uma trilha emoldurada por Bromélias, que vão te levar até o que parece ser um cemitério das árvores! Só mesmo vendo para descobrir! Além das belezas naturais, o artesanato está presente na Ilha, assim como o Espaço Cultural Plínio Marcos.

Outra Ilha que se pode ter acesso partindo de Cananéia é a Ilha do Bom Abrigo, ela está em uma Área de Proteção Ambiental, e parece honrar o nome, pois é um verdadeiro oásis perdido, que abriga apenas um morador. Lá é um lugar para visitar e desfrutar um pouco de tanta beleza, afinal, não é permitido acampar nem pescar, porém, não deixe de ir!

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

Quem gosta de fazer atividades físicas sem deixar de estar em contato com a natureza, será praticamente obrigado ir no Cananéia Wa’a, um clube de canoagem e stand up paddle que proporciona momentos incríveis para toda família. Com uma linda vista, os turistas adoram andar de Canoa Havaiana.

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

Dica da Mag: Para ver de perto os golfinhos, vá direto aos lugares certos! Na Ilha Comprida eles se encontram na Ponta da Trincheira, na Ilha do Cardoso eles ficam na Praia do Itacuruça e em Cananéia veja os golfinhos na Baía de Trapandé. Aproveite!

Use seus sentidos para explorar a natureza!

Cananéia: Dona do coração dos brasileiros

Todos que visitam Cananéia não podem deixar de experimentar um dos símbolos da cidade, as ostras frescas que fazem parte do Slow Food, um projeto internacional que procura valorizar a relação entre o meio ambiente e a gastronomia. E para saborear esse e outros frutos do mar, o restaurante Ponto das Ostras é uma ótima opção, já que uma de suas especialidades são os frutos do mar (não deixe de pedir a famosa ostra com limão). Mas, se você não é muito fã de sabores afrodisíacos, pode apenas visitar o centro de produção e empacotamento de ostras!

Cananéia: Dona do coração dos brasileirosImagem ilustrativa

O destino também oferece aventuras para quem quer pegar a estrada para explorar ainda mais a região, e pode chegar até a “cidade fantasma” de São José do Ararapira, que hoje é uma vila abandonada na cidade de Iguape. Continuando pela estrada, à aproximadamente 100 km de Cananéia, os turistas vão encontrar as maravilhosas cachoeiras e cavernas do Petar, que circundam a cidade de Eldorado, inclusive a Cachoeira do Meu Deus, considerada a mais bonita do Estado de São Paulo.

Agora sim, você tem muitos motivos para visitar essa região e principalmente, essa cidade deslumbrante que é Cananéia! Eu não disse?



Comentários

  • Boa tarde.

    Aplaudo a iniciativa de divulgar a região de Cananéia, cidade que amo, mesmo sendo apenas um visitante anual.
    Mas as informações precisam ser corretas e li na sua matéria alguns equivocos:
    1- O tubarão do museu não é um branco e sim um tubarão tigre, capturado por pescadores locais.
    2- A cachoeira do Pitú não fica na Ilha do Cardoso. Ela fica no continente, a cerca de 12 km do bairro Itapitangui.
    3 A vila fantasma de São José do Ararapira não pertence a Cananéia, pois está localizada na ilha do Superagui, pertencente ao município de Guaraqueçaba – PR.
    Desculpe minha crítica, mas creio que divulgar informações corretas são a melhor forma de promover um lugar.

    Seu comentário
    • Boa tarde, Marcelo. Após ter lido seu comentário, investiguei os apontamentos descritos pelo senhor:
      1- Pesquisei novamente em sites confiáveis e liguei no Museu Nacional para consultar, e foi informado que se trata de um tubarão branco, como consta no artigo.
      2- Ocorreu um equívoco de minha parte, porém, a informação já foi revisada.
      3- Não foi citado no artigo que a “cidade fantasma” está localizada em Cananéia e sim, próxima à mesma.

      Seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *