Chapada dos Guimarães: um espetáculo da natureza!

Chapada dos Guimarães: um espetáculo da natureza!

Colecionar cenários – nas lembranças e por fotografias – é um dos objetivos dos viajantes que percorrem esse mundão cheio de belezas. Cânions com paredões monumentais e avermelhados, formações rochosas inusitadas, cachoeiras, cavernas, vegetação típica de Cerrado e uma fauna exuberante, com exemplares de araras vermelhas, são algumas das cenas fantásticas que estão à espera do registro dos nossos olhos na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.

Confira as tarifas promocionais do Zarpo e faça a sua reserva nesse destino incrível

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

veu-de-noiva-Chapada-dos-Guimaraes-zarpo-magazine

A cerca de 60 km da capital Cuiabá, a Chapada dos Guimarães é um grande município abençoado com uma natureza espetacular. Para proteger todos esses cenários e poder mostra-los ao mundo de forma segura e com baixo impacto ambiental, em 1989, foi criado o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, que abrange 33 mil hectares com paisagens de beleza arrebatadora.

Uma das principais atrações do parque é o mirante da Cachoeira Véu de Noiva, que tem 86 metros de altura e é cercada por um paredão em formato de ferradura. Sem necessidades de guias, a trilha de cerca de 550 metros de extensão é de nível fácil. Outro passeio imperdível é o Circuito de Cachoeiras.

pintura-rupestre-Chapada-dos-Guimaraes-zarpo-magazine

Com aproximadamente 6 km (ida e volta) de trilha guiada, os visitantes passam por 6 belíssimas cachoeiras (7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência) e piscinas naturais, ótimas para refrescar a caminhada, que é considerada leve, mas pode levar até 6 horas em meio à vegetação baixa, ou seja, embaixo do sol.

Além dos banhos nas águas geladinhas das cachoeiras, durante o percurso do Circuito das Cachoeiras os viajantes podem conhecer a Casa de Pedra, uma gruta de arenito esculpida pelas águas do córrego Independência. Com vestígios de inscrições rupestres, estima-se que a pequena caverna já tenha sido refúgio para povos primitivos.

sao-jeronimo-Chapada-dos-Guimaraes-zarpo-magazine

Quem tiver bom condicionamento físico e quiser aumentar um pouco o nível de dificuldade, a trilha que leva ao topo do Morro São Jerônimo é uma boa pedida. Com mais de 800 metros de altitude, o morro é um dos pontos mais altos do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães. Imaginou a vista? A trilha guiada de cerca de 6 horas inclui aclives, declives e uma pequena escalada, no entanto é extremamente recompensada com uma visão panorâmica das belezas do entorno.

eder-fortunato-cc-by-sa-cidade-de-pedra-Chapada-dos-Guimaraes-zarpo-magazineEder Fortunato/CC-BY-SA Flickr

Uma das atrações mais incríveis da Chapada dos Guimarães é a Cidade de Pedra. Trata-se de paredões com até 350 metros de desnível e formações rochosas pontudas que, esculpidas pela chuva e pelo vento, lembram ruínas de uma cidade. Para apreciar essas obras de arte da natureza, há trilhas curtas e leves, de apenas 300 metros, que levam a mirantes panorâmicos.

Exceto a trilha que leva ao mirante da cachoeira Véu de Noiva, em todos os outros passeios do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é preciso agendar a visita e é obrigatório o acompanhamento de um guia ou condutor cadastrado ao parque. Algumas atividades também pedem a assinatura de Termo de Conhecimento de Risco. Confira aqui mais informações sobre agendamento e os horários de visita de cada atração. Vale lembrar que os visitantes devem utilizar calçados e roupas confortáveis, além de levar muita água e alguns lanchinhos para as trilhas mais longas.

Descubra mais da Chapada dos Guimarães

lago-Chapada-dos-Guimaraes-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Fora das dependências do Parque Nacional os viajantes também encontram mais cenários de grande beleza natural. É indispensável entrar no seu roteiro o Circuito das Cavernas, situado na Fazenda Água Fria. O trajeto precisa ser guiado e inclui a famosa Caverna Aroe Jari, que tem 10 metros de altura e 60 de largura, e inscrições rupestres em seu interior.

O passeio também leva os visitantes ao deslumbrante Lago Azul, situado dentro de uma gruta que, dependendo do horário e da incidência de luz solar, as águas ganham mágicos tons de azul. A Caverna Kiogo Brado também é outra parada especial nessa trilha. Com 30 metros de altura seu interior de apenas 273 metros é vazado e razoavelmente claro, podendo ser atravessada pelos visitantes.

Cadastre-se no Zarpo e descubra as belezas da Chapada dos Guimarães com descontos nas diárias dos melhores hotéis!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *