Guia básico de sobrevivência em Maragogi

Guia básico de sobrevivência em Maragogi

A série continua e desta vez trago Maragogi, o Caribe em terras tupiniquins! Na divisa de Pernambuco e Alagoas, Maragogi é muito procurada para bate-volte pelos turistas que visitam Maceió, distante 130 km dali, e Porto de Galinhas, cerca de 100 km. Sabem de nada esses viajantes inocentes que subestimam as belezas de Maragogi, pois para desbravar todos os seus segredos, é indispensável mais que um dia de viagem. Para você não cometer o mesmo erro, trago aquelas dicas indispensáveis para aproveitar o melhor de Maragogi.
Planeja uma viagem a Maragogi? Confira os descontos nas diárias dos hotéis do Zarpo!

Dicas de ouro

Piscinas naturais de Maragogi

Em Maragogi não tem tempo ruim, o calor é uma constante e a média costuma se manter em torno dos 26°C. Quem manda e desmanda nesta trip são as marés. O que permite a formação das piscinas, a grande atração do destino, é a maré baixa, quando a água fica represada nos recifes, formando grandes aquários naturais com diversas espécies de peixes. A questão mais importante é saber quando as marés se transformam. O horário de mudança das marés não é constante, mas normalmente é informado nos hotéis. Uma dica é ficar de olho nas fases da lua e programar os passeios nas luas cheia ou nova. Além disso, você pode conferir neste site. O dia que o nível apontar entre 0,1 e 0,3, vai dar piscina.

Além do kit básico e essencial de viagem (protetor solar e repelente), na bagagem da sua viagem para Maragogi coloque uma sandália de borracha que não solte dos pés. Por que estou ditando sua moda na viagem? Na verdade, as sandálias são recomendadas para que os viajantes não cortem os pés nos corais e pedras das piscinas naturais.

Galés, as protagonistas de Maragogi

Galés, as protagonistas de Maragogi

Das fotos aéreas que estampam os cartões postais de Maragogi da para ter uma noção da beleza surreal das Galés, as famosas piscinas naturais que são as meninas dos olhos dos turistas. Para mergulhar em suas águas cristalinas, situadas a 6 km da costa, é necessário contratar o serviço de lanchas ou catamarãs que custa cerca de R$ 60,00. Uma vez nas piscinas, os visitantes podem apreciar os corais e peixinhos coloridos mergulhando na superfície com snorkel ou mais fundo com cilindros.

Como a quantidade de turistas encantados com este espetáculo da natureza cada vez aumenta mais, para as piscinas se manterem preservadas, o acesso é controlado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e Maragogi faz parte da maior Área de Proteção Ambiental da marinha brasileira. Alguns viajantes não ficam contentes em seguir as regras para a visita, tais como o limite de 720 pessoas por dia, poder ficar no máximo 1h30 nas piscinas, não poder tocar nos corais, não usar nadadeiras e não alimentar os peixes. A primeira vista pode mesmo parecer chato tantas recomendações, mas imagine se não houvesse esse controle, com o número de visitantes que as Galés recebem, no futuro não sobraria piscina natural nenhuma para contarmos histórias.

Além das Galés, Maragogi oferece aos seus viajantes outras piscinas naturais, menores e menos famosas, mas de beleza tão incrível quanto as famosas protagonistas. E o melhor? Deliciosamente mais vazias! Croa de São Bento, por exemplo, é a mais tranquila das piscinas naturais de Maragogi. As piscinas de Barra Grande e de Taocas, também são mais vazias, menores e igualmente lindas.

Paraísos de areia e sal

Vista aérea de Maragogi

Além das piscinas naturais elevarem as belezas de algumas praias de Maragogi, os 23 km de litoral revelam mais encantos. Ao norte da vila, as praias de Burgalhau a Ponta de Mangue têm o mar de um azul não encontrado em nenhum outro lugar do litoral brasileiro. Para os surfistas encontrarem as melhores ondas, ou, para as “marias parafinas” encontrarem os melhores surfistas, a praia mais indicada é a Barreiras do Boqueirão e, se caso você não se encaixar em nenhum dos dois perfis, vá mesmo assim porque o visual com falésias e o sol que se despede por trás delas, já faz valer.

Os viajantes que não abrem mão daquela agitação à beira mar encontram sua praia na Maragogi e na Japaratinga, as duas mais movimentadas do litoral. Já quem prefere distância das praias mais cheias, pode se refugiar na Burgalhau que com acesso mais complicado, por estrada de terra, tem suas areias bem tranquilas. Xaréu que não tem sinalização também afugenta os turistas, sendo perfeita para um dia de mar na mais pura exclusividade. Para chegar, só pedindo informações aos locais ou seguindo por 2 km pela areia, na maré baixa, a partir da Praia Barra Grande.

As melhores hospedagens de Maragogi

Salinas do Maragogi

Para quem viaja com família ou deseja as comodidades de grandes resorts nesta viagem, o All-Inclusive Salinas do Maragogi é uma das melhores opções. O resort conquistou o 2º lugar entre os 25 melhores hotéis para família, da América do Sul e o 14º, entre os 25 melhores hotéis do Brasil, no Travellers’ Choice 2014, do site TripAdvisor. Outro com sistema tudo incluso é o Grand Oca Maragogi, situado à beira mar da tranquila Praia Ponta do Mangue, frequentada quase exclusivamente pelos hóspedes do resort.

Praiagogi, Maragogi

Para uma viagem embalada por charme, tranquilidade e exclusividade, a pedida de hospedagem é a Praiagogi Boutique Pousada. Com apenas 6 suítes disponíveis e nada de hospedar crianças, somente maiores 16 anos, é a estada dos sonhos dos casais que querem uma trip romântica em Maragogi. A charmosa pousada coleciona prêmios e honrarias, inclusive aqui, nos Prêmios Zarpo. Na edição de 2012, a Praiagogi garantiu o ouro na categoria pousadas e, no ano seguinte, subiu no segundo lugar do pódio.

Quer mais opções para a sua hospedagem em Maragogi? Claro que tem e tem para reservar com os descontos exclusivos do Zarpo! Com um encantador estilo rústico, a Pousada Camurim Grande oferece uma estada delicinha, em bangalôs de madeira e telhado de palha, equipados com banheira de hidromassagem, varanda com rede e vista para o mar. Ideal para os viajantes à procura de sossego!

Na orla de Maragogi

Tuyn, restaurante bem avaliado em MaragogiTuyn

Nos 2 km de orla da Praia de Maragogi bares, restaurantes e lojinhas agitam e enchem esta viagem de sabor. Para saciar a fome depois de um dia de praia, uma das melhores pedidas é o Maragaço, restaurante simples e rústico, mas com um cardápio recheado de delícias à base de frutos do mar. Já para um jantar mais íntimo, o melhor lugar é o Tuyn, restaurante da charmosa Praiagogi Boutique Pousada, citada logo acima. O cardápio é uma grande mistura de ingredientes típicos da culinária nordestina com toques especiais das gastronomias asiática, europeia e mediterrânea. O ambiente do restaurante, assim como de toda a pousada, é encantador.

Para levar uma lembrancinha para casa, o viajante pode dar uma volta pela feirinha de artesanato que acontece no calçadão de Maragogi. Em alta temporada e aos fins de semana a variedade de produtos é maior, mas a feira acontece diariamente, o ano todo.

Além do mar

Passeios em Maragogi

Em Maragogi a sensação é curtir as praias, seja nas piscinas naturais em alto mar ou nas areias douradas e branquinhas, mas quem quiser ir mais fundo nas descobertas, também encontra passeios e até algumas aventuras em meio à Mata Atlântica. Dentre as opções, os viajantes podem aproveitar as trilhas ecológicas com caminhadas ou passeios em veículos 4×4, visitar cachoeiras e passear de caiaque pelo Rio dos Paus. Uma das trilhas, a do Visgueiro, tem duração de duas horas e ao fim, você se depara com uma árvore centenária com cerca de 100 metros de altura.

Confira as tarifas promocionais dos hotéis do Zarpo e descubra os encantos de Maragogi



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *