Madri Tem Tudo e Muito Mais!

Madri Tem Tudo e Muito Mais!

Aos amantes de arte, cultura, gastronomia e vida noturna agitada, a capital espanhola pode ser o destino dos sonhos. Por consequência de um passado rico e importante para a história do país e do continente europeu, Madri se tornou o tipo de lugar que encanta aos turistas por suas belezas arquitetônicas, históricas, artísticas, ambientais e modernas. Repleta de parques e museus, rende grandes passeios durante o dia. Pelo cenário gastronômico há os melhores pratos da tradicional cozinha ibérica. A noite também não deixa a desejar, boates e bares mantém a cidade inteiramente acordada. Agora que esse artigo foi atualizado, confira os melhores lugares para desfrutar em grande estilo da capital espanhola!

Confira a tarifa especial do pacote promocional que o Zarpo tem para Madri

Madri ao ar livre

Parque do Retiro em Madri

Repleta de parques verdes, no verão e na primavera, Madri é uma delícia de cidade para curtir ao ar livre! Assista alguma das apresentações de música/teatro/mágica que acontecem no grande Parque do Retiro e alugue um barquinho para ficar à deriva no lago do parque. Caminhe também por entre as muitas amendoeiras floridas do Parque Quinta de Los Moinos.

Parque do Retiro: considerado um museu a céu aberto, esse lugar ocupa uma área imensa repleta de lago, jardins, praças ornamentais com estátuas, fontes, monumentos e construções históricas. Além disso, depois de um tempo passou a sediar um zoológico, uma fábrica de porcelanas da China e um observatório astronômico.

Rio Manzanares, Madri

Orla do Rio Manzanares: são 10 quilômetros de extensão que passam por 6 bairros da capital madrileña e 690 hectares de área verde para os moradores e turistas passearem, aproveitarem do romantismo do lugar, pedalarem, praticarem esportes, etc. Pelo percurso que pode ser feito de bicicleta, há parquinhos para as crianças, bares e quiosques à beira do rio.

Playa de Madri: a cidade situada bem no coração da Espanha, não foi agraciada com um litoral, no entanto, o projeto Rio-Madri que enterrou a marginal do rio e transformou seus 13 quilômetros em um lindo parque, também presenteou os madrileños com uma praia artificial. Jatos de água esguicham do chão formando um espelho de água com 3 centímetros de profundidade e no gramado, espreguiçadeiras e guarda-sóis matam, ou amenizam, a carência de mar dos locais.

Casa de Campo: para aproveitar um dia quente na capital, não pode faltar uma visita a esse gigantesco parque, escolher o que fazer nele é como decidir por onde começar a descobrir Madri. Com cerca de 1700 hectares, é possível passear de teleférico, nadar nas piscinas públicas, andar em uma montanha russa radical no Parque de Atracciones, e no Zoo Aquarium morrer de amores por pandas gigantes, golfinhos e lêmures.

Debod, em Madri

Parque del Oeste: nada consegue finalizar melhor um dia de passeios ao ar livre em Madri a não ser, esse parque. Um bela vista para contemplar, o pôr do sol mais lindo da cidade e Debod, o templo egípcio que a Espanha ganhou de presente em 1972.

O triângulo da arte em Madri

Arte em Madri

A lista de grandes e pequenos museus em Madri também é extensa, o que para os aficionados por arte significa que a capital espanhola é um paraíso repleto de relíquias e obras-primas. Aí mais uma vez o viajante irá se deparar com a dúvida: quais devo visitar? Olha, eu acho que só morando por um tempo na cidade para conseguir conhecer todos, mas conhecer mesmo, apreciar as obras, e não aquelas visitas rápidas.

Museu do Prado, Madri

Então, vou focar as dicas no Triângulo de Ouro da Arte de Madri, um grupo dos três museus mais importantes da cidade, ou seja, o Museu do Prado, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia e o Museu Thyssen-Bornemisza. O nome é uma denominação ao fato da localização dos museus formar um perfeito triângulo. Ao menos os principais da cidade você consegue conhecer e admirar.

Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia: se você é apaixonado pelas belezas das obras do século 20, não deixe de visitar esse lugar e admirar um de seus mais reconhecidos quadros, o Guernica, de Picasso. Do célebre pintor espanhol também tem o famoso “A Mulher de Azul”. O visitante ainda encontra ainda grandes obras de Dalí, Miró e Chillida.

museu-prado-madrid-zarpo-magazine

Museu do Prado: lugar ideal para apreciar as pinturas de Velázquez, entre elas, a mais famosa, “As Meninas”. As sombrias “pinturas negras” de Goya também fazem parte do acervo com 7.600 pinturas, mil esculturas, 2.400 gravuras e 6.300 desenhos, do Prado.

Museu Thyssen-Bornemisza: completando a tríade dos museus de Madri, neste estão guardadas obras de artistas dos principais períodos e escolas do século 18 ao 20, tais como Tiziano, Goya, Van Gogh, Caravaggio, Rubens, Klee, Manet, Renoir, Cézanne e muitos outros.

A gastronomia madrilena

Culinária de Madri

A capital da Espanha é um polo gastronômico com excelentes restaurantes e uma culinária cheia de iguarias típicas, tais como tapas, presuntos crus, azeitonas temperadas, tortillas de batatas e mais. Os restaurantes atendem a todos os públicos, desde quem procura ambiente sofisticado, caso do El Club Allard, até quem prefere aquela atmosfera de taberna, neste caso, siga rumo a região histórica de Los Austrias.

plaza-mayor-madrid-zarpo-magazine

As ruas estreitas do bairro concentram várias tabernas subterrâneas, como a Mesón Rincón de la Cava, situada ao lado da Plaza Mayor e que ainda mantém corredores e cavas de uma antiga construção de 1526.

Rua Cava Baja: quando o assunto for tapas de Madri, essa rua do bairro boêmio La Latina, com toda certeza, é o principal lugar para encontrar as iguarias. Um dos melhores estabelecimentos é o Tempranillo, no estilo taberna, dispões de incríveis tapas e uma carta de vinhos muito bem selecionados para acompanhar o aperitivo.

Vibre na noite de Madri

festa-praiaImagem ilustrativa

Teatro Kapital: na vibrante capital espanhola, nem mesmo o frio rigoroso do inverno mantém os madrilenos em casa à noite. Esse, é uma das mais famosas boates de Madri, que pelos seus 7 andares é promovido 7 festas diferentes na mesma noite.

Pacha: é claro que não poderia faltar essa balada para compor a vida noturna de Madri, não é mesmo? Se a intenção for conhecer a verdadeira noite madrileña, caia nos agitos dessa boate durante a semana, às quartas ou quintas. Aos finais de semana, fica bastante lotada por conta da quantidade de turistas.

Delírio: o público gay também tem lugar certo para curtir a noite madrileña. O teto é em formato de túnel, lembrando uma caverna. Os Djs animam a noite com sets que vão de música espanhola aos hits gays.

Descubra tudo mais que Madri tem a oferecer com o pacote promocional do Zarpo!



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *