Para a sua viagem ao Distrito Federal, um roteiro com o que fazer em Brasília!

Para a sua viagem ao Distrito Federal, um roteiro com o que fazer em Brasília!

Apesar de nova, com 56 anos, a capital do Brasil já tem muita história para contar com seus quase 3 milhões de habitantes. A modernidade dessa cidade já é logo notada aos que chegam de avião. Das alturas é possível ver seu mapa que parece ter sido planejado no formato de uma aeronave. Depois, indo mais a fundo, com passeios pelas ruas e pontos turísticos, percebe-se a juventude que o Distrito Federal tem e, com isso, a quantidade enorme de opções de o que fazer em Brasília. Dá tranquilamente para deixar o seu roteiro farto de passeios!

Reserve a sua estada com os descontos especiais do Zarpo

brasilia-eixo-monumental-zarpo-magazine

A moderna Capital Federal foi planejada com base em um projeto urbanístico conhecido como “Plano Piloto”, pelo arquiteto Lúcio Costa em parceria com o tão importante Oscar Niemeyer. Apesar do nome, o projeto urbanístico não tem relação com o formato de avião que a cidade é dona.

Para quem chega no Distrito Federal e está à procura de passeios, uma boa dica é começar pelo Eixo Monumental, que é uma avenida localizada na parte central do Plano Piloto e se estende por 16 km, fazendo ligação entre a Rodoferroviária, no leste, e a Praça dos Três Poderes, no oeste. Esse é um começo estratégico para começar conhecendo grande parte dos pontos turísticos da capital brasileira, já que é ao longo dessa avenida que se encontra os edifícios mais importantes, boa parte de o que fazer em Brasília.

Grandes manifestações artísticas na Catedral de Brasília!

brasilia-igreja-metropolitana-zarpo-magazine

Não é só de política, história e economia que se dá a capital brasileira. Ao iniciar o “tour” pelo Eixo Monumental, perceberá uma forte influência da 5º arte pelas ruas e pontos turísticos. A Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida é a boa pedida para ser a número 1 da listinha de o que fazer em Brasília.

Aberta em 1970, 10 anos depois da inauguração da cidade que a cedia, essa obra projetada pelo consagrado Oscar Niemeyer é simplesmente um espetáculo arquitetônico. Tanto na parte exterior formada por seus 16 pilares curvos que parecem formar uma coroa de espinho, quanto na parte interna dessa Catedral, que encanta por sua cor clara e colorida formada pelos vitrais da artista franco-brasileira Marianne Peretti.

Para a sua viagem ao Distrito Federal, um roteiro com o que fazer em Brasília!

Porém, o visual da catedral tem muito mais! Lá fora, na entrada da igreja, é possível ver de perto Os Quatro Evangelistas, escultura do italiano Alfredo Ceschiatti, que se refere aos apóstolos João, Lucas, Marcos e Mateus. Ainda próximos, ficam os 4 sinos doados pelo governo da Espanha, que receberam nomes que representam as caravelas de Cristóvão Colombo. E a parte de dentro da Igreja fica ainda mais serena com a delicadeza dos anjos flutuantes, também esculpidos pelo artística Alfredo Ceschiatti.

memorial-jk-zarpo-magazine

Foi Juscelino Kubitschek o responsável pela transferência e criação da capital brasileira, e em homenagem a esse ex-presidente, foi criado o Memorial JK, também projetado pelo talentoso Oscar Niemeyer. Como um dos pontos turísticos da capital do Distrito Federal, é nesse lugar, em uma sala escura, que se encontra o corpo de Kubitschek junto a seus diversos pertences, como sua biblioteca pessoal e fotos com a esposa. Ver de perto a história do Brasil mais moderno, não pode faltar no roteiro de o que fazer em Brasília.

Um dos destaques marcantes desse lugar também localizado no Eixo Monumental, fica ao lado de fora, em frente ao memorial, é a estátua de JK! Ela fica em cima de um pedestal que representa a foice e o martelo, presentes na bandeira da extinta União Soviética. Há também a estátua de dona Sarah e Kubitschek, sentados em um banco. É digno de registrar uma foto ao lado dos dois.

Praça dos 3 Poderes: a tríplice turística e política brasileira!

brasilia-congresso-nacional-zarpo-magazineCongresso Nacional

Se o tempo estiver corrido, uma ida à Praça dos 3 Poderes já dá para matar vários alvos em um tiro só, pois é lá em que estão localizados os edifícios monumentais que representam os 3 poderes da República, ou seja, o Palácio do Planalto, que corresponde ao Poder Executivo, o Supremo Tribunal Federal, ao Poder Judiciário e o Congresso Nacional, ao Poder Legislativo. Nessa praça também está o monumento chamado Os Dois Guerreiros, ou Os Candangos, de Bruno Giorgi, que homenageia os jovens pedreiros mortos durante as obras da cidade.

O Palácio do Planalto é a sede do governo, local onde fica o Gabinete Presidencial do presidente da república, ou seja, é nesse lugar o ambiente de trabalho do representado de Estado do Brasil, portanto, dedicar uma visita a esse lugar não pode faltar na listinha de o que fazer em Brasília. Lá também encontra-se a Casa Civil, a Secretaria Geral e o Gabinete de Segurança

Institucional da Presidência da República

brasilia-itamaraty-zarpo-magazine

Ainda pelo Eixo Monumental, é possível agregar ao seu roteiro visitas monitoradas e até fotos. Reserve também um tempo para conhecer o Palácio da Justiça, sede do Ministério da Justiça, e o Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores no Brasil. O da Justiça e o Itamaraty possuem arquiteturas e fachadas bem parecidas, também projetadas por Oscar Niemeyer, por isso são bastante atraentes e dignas de um tempinho para admirar de perto.

Eixo Monumental: a avenida principal!

ponte-jk-zarpo-magazine

Para fechar os passeios pelos 16 km do Eixo Monumental, não deixe de ter como opção de o que fazer em Brasília a visita ao Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves. Trata-se de um mausoléu erguido para homenagear todos aqueles que se destacaram em prol da pátria brasileira. Há um acervo com uma exposição permanente em homenagem aos brasileiros que possuíram ideais de liberdade e democracia, além de exibir obras de artistas como o Mural da Liberdade, de Athos Bulcão, o Vitral, de Marianne Peretti, entre outras.

São vários os cartões postais de Brasília, mas um dos mais importantes é a Ponte Juscelino Kubitschek, conhecida como Ponte JK, que liga o Lago Sul, Paranoá e São Sebastião à parte central da Capital Federal. É evidente nessa ponte, a beleza arquitetônica de cunho moderno, com sua estrutura e design em arcos que transformam essa ponte e a cidade, referência mundial em modernidade.

Não deixe de conhecer o lar supremo, o Palácio da Alvorada!

palacio-alvorada-zarpo-magazineThum_Fel/CC BY-SA 3.0 Wikipédia

Pelo menos uma passada em frente ao Palácio da Alvorada também deve ser feita se estiver pela capital brasileira, até porque é lá a residência oficial do Chefe de Estado do Brasil. Mas nem é só por isso, a arquitetura dessa construção, feita por Oscar Niemeyer, é digna de ver de perto, sem contar que fica às margens do Lago Paranoá.

paranoa-zarpo-magazine

Para quem curte natureza, há muito o que fazer em Brasília, principalmente relacionado ao lazer e ecoturismo. O Lago Paranoá, por exemplo, conta com muitos atrativos, sendo possível encontrar em suas margens restaurantes, academias de ginástica, casas noturnas, bares, etc.

Atividades que agregam no roteiro com o que fazer em Brasília!

praia-zarpo-magazine

A prática de esportes aquáticos é também bastante comum nesse lugar, como pesca, canoismo, velejada, stand up paddle, wakeboard, windsurfe, canoagem, mergulho, etc. E que tal se refrescar nas águas de uma praia? A Prainha da Ermida (como é conhecida pelos moradores) é uma larga praia artificial criada para os banhistas. O Píer do Largo Norte é uma ótima opção para passar um fim de tarde e admirar um belo pôr-do-sol. Já a badalação fica por conta das diversas casas noturnas que cercam o lago e garantem a diversão dos baladeiros.

Para completar ainda mais a sua listinha com o que fazer em Brasília, relacionado à natureza e passeios ecológicos, é indispensável uma visita ao Salto do Itiquira. Dentro de uma área protegida, essa cachoeira é a 8ª maior queda do Brasil, formando-se em sua base, um poço que, infelizmente, não é permitido banhar-se, já que a força da queda é muito forte. Porém, mais abaixo, no rio, há outros poços de pequenas cachoeiras onde são permitidos banhos.

brasilia-museu-honestino-guimaraes-zarpo-magazineMuseu Nacional

Há muito mais passeios para serem agregados ao roteiro com o que fazer em Brasília, como por exemplo, para quem gosta de esporte, visitar e conhecer o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, ou o Autódromo Internacional Nelson Piquet. Já para os que gostam de artes, ir até o Centro Cultural Banco do Brasil e a Caixa Cultural Brasília, são passeios indicados, justamente porque sempre há uma exposição interessante para apreciar.

Não pode deixar de lado os museus também, como o Museu Nacional Honestino Guimarães, que para os amantes de arte e cultura, é uma ótima opção de o que fazer em Brasília. Em formato de cúpula, ou oca, esse espaço faz parte do Conjunto Cultural da Republica e insere a capital do Distrito Federal no circuito internacional das artes, além, é claro, de receber exposições itinerantes de artistas consagrados, palestras, mostras de filme, seminários e eventos importantes.

Confira as tarifas promocionais do Zarpo e reserve a sua estada na capital do Brasil



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *