Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

Quando viajamos para algum lugar novo, ficamos muito ansiosos para aproveitar tudinho, mas, às vezes, acabamos não conseguindo ver tudo o que queríamos por falta de tempo ou planejamento. Por isso, é importante fazer um roteiro turístico para que você aproveite completamente (ou quase) o que fazer em Bariloche, e ainda sobre um tempinho para descansar em meio a esse lindo destino!

Quer brincar na neve? Conheça as ofertas do Zarpo para Bariloche!

Conhecido pelo clima frio no meio do ano, Bariloche é muito querida pelos brasileiros. Suas montanhas nevadas e fofíssimos vilarejos à beira dos lagos, proporcionam um delicioso clima para apreciar os diversos chocolates suíços… Esse lindo lugar, apesar de não perder sua beleza no verão, perde a neve, e trás com o sol as atividades ao ar livre, em meio às montanhas ou nos lagos que foram parte de tantas belíssimas paisagens no inverno! O que você escolhe? Paisagens de neve ou uma natureza deslumbrante?

Bienvenido a Bariloche!

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

Se você pretende viajar para esse destino a tempo de ver a neve, arrume as malas entre o final de julho e fim de setembro, sendo em agosto o mês mais garantido para construir seu boneco de neve (é bom consultar os sites Cerro Catedral e Cerro Bayo, para saber a previsão), quando as temperaturas se encontram entre 2,5 C° e -3 C°, com sensação térmica que pode chegar a -16 C° na madrugada. Porém, brincar na neve é o de menos, afinal, quando nos perguntamos o que fazer em Bariloche, muitas opções vêm à cabeça.

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

A primeira delas, que é indicada por todos, é o Circuito Chico, são 65 quilômetros percorridos pelo Parque Nahuel Huapi, em 4 horas. O circuito passa por vários pontos turísticos e você pode conhecer muitos lugares em um só dia. A primeira parada é no Cerro Campanário, onde terá que ir preparado para tirar muitas fotos, pois é um dos melhores pontos para contemplar a paisagem!

A segunda parada é uma lojinha que vende produtos à base de rosa mosqueta (elemento que ajuda na cicatrização), e segue para a Capilla San Eduado, que está localizada próxima do ponto de partida dos barcos, o Porto Pañuelo. Por último, a parada é feita em um ponto alto, no qual é possível tirar algumas fotos antes de retornar para o centro de Bariloche.

O que fazer em Bariloche? Esquiar, é claro!

esqui-Patagonia-zarpo-magazine

Um delicioso passeio que merece ter um dia inteiro apenas para ele, é o Cerro Catedral. Estou falando de um dos mais famosos centros de esqui do hemisfério sul, uma das melhores escolhas de o que fazer em Bariloche, localizada a apenas 20 quilômetros do centro. Muitos chegam lá para ter sua primeira experiência no snowboard, em uma de suas 53 pistas com níveis diferentes de dificuldade. E as crianças não ficam de fora, para elas o Kids Club estará à disposição, com instrutores e brincadeiras no parque da neve!

Mas, quem não curte sentir um pouco de adrenalina, pode fazer caminhadas com raquetes (calçados de neve), andar nos teleféricos (o que já é emocionante), escorregar pelo tubing (tobogã) ou no esquibunda, isso tudo é feito na área externa. Já na área interna do parque, você irá encontrar o Cerra Mágico, com atividades na neve mais voltadas para as famílias.

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

Um outro parque que as famílias também vão se divertir muito, é o Cerro Otto, que também oferece um passeio de teleférico até o topo do Cerro (montanha), onde estão algumas pistas pequenas de esquibunda, e também a famosa Confeitaria Giratória, que serve não apenas doces, mas também refeições e salgados. O estabelecimento se movimenta lentamente, dando uma volta completa que permite o visitante ter uma visão de 360° desse lindo lugar!

Se você está com a família toda nessa trip, o lugar certo para todos se divertirem é o Piedras Blancas, que fica em uma parte do Cerro Otto e a 5 quilômetros do centro. Lá, a especialidade é o esquibunda, já que é possível escolher entre as 5 pistas, onde só é possível chegar por um dos 2 teleféricos (que aliás, proporcionam uma vista incrível).

Visite também o Centro Cívico que é o ponto turístico mais famoso quando o assunto é o que fazer em Bariloche. O coração da cidade guarda deliciosas lojas de chocolate, além do Museu de la Patagônia, o Museu Paleontológico e a Catedral Nuestra Señora del Nahuel Huapi.

Navegue pelas águas do Nahuel Huapi

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

O passeio pela Isla Victoria e Bosque de Arrayanes, é feito de barco pelo lago mais famoso da região, o Nahuel Huapi. Sua primeira parada é no Bosque, todo feito de madeira, qual dizem ter sido a inspiração para o filme Bambi da Disney. Depois, o barco segue para a Isla Victoria, e você poderá andar por suas trilhas observar pinturas e árvores. Puerto Blest e Cascata de Los Cántaros, também é um belo lugar para descansar e contemplar os lagos e morros que oferecem uma vista admirável.

Ainda nas águas, o passeio pelo Lago Blest e Cascata dos Cântaros vai proporcionar paisagens formadas pelos lagos e montanhas, aquelas que você pensa toda vez que ouve falar de Bariloche, sabe? E aproveite também para navegar pelo Lago Frias, sua água verdinha pode deixar mais especial o seu dia. Os passeios pelos lagos são uma opção que não podem faltar no seu roteiro de o que fazer em Bariloche!

A deliciosa noite de Bariloche!

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!Imagem ilustrativa

Em um destino frio, a primeira coisa que vem a cabeça quando chega a noite é descansar, comer e se esquentar, certo? Nesse paraíso de neve e natureza, essa opção também é válida, mas as escolhas de o que fazer em Bariloche vão muito além do dia, as atividades também estão presentes durante as noites frias!

Uma delas é a Noche Nórdica, considerada um dos passeios noturnos mais famosos. Você é levado até uma trilha nevada que fica a 8 quilômetros do centro, e aprende a dirigir um quadricíclo, depois se esquenta tomando um chocolate quente em frente a fogueira. Após a aventura, os turistas são levados a uma cabana onde é servido um fondue de queijo, acompanhado de vinho e champagne e, para fechar, uma sobremesa.

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

Já no passeio ao El Refúgio Arelauquén que é bem parecido, você dirigirá uma moto de neve (snowmobile) até o topo da montanha, onde vai degustar um saboroso fondue salgado e depois o doce, acompanhados de bebidas que já estão inclusas.

Bariloche também é quente!

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!

E como fica o verão em Bariloche? Fica cheio de argentinos! É isso mesmo, se no inverno o destino atrai muito brasileiros, no verão (janeiro), são os argentinos que pegam a estrada rumo a Bariloche, mas você também pode aproveitar essa época! A temperatura varia entre 14° C e ultrapassam os 20° C nos dias mais quentes, e deixa a paisagem patagônica mais colorida, porém, deslumbrante da mesma forma!

Pode estar frio ou calor, a Mag sabe tudo o que fazer em Bariloche!Imagem ilustrativa

As atividades mais indicadas no verão são o trekking, rafting, parapente e arvorismo, além dos passeios de bicicleta, a cavalo, golf, pesca esportiva e esportes náuticos. O Passeio dos 7 Lagos, é um dos que só funcionam no verão, e um dos melhores entre as alternativas de o que fazer em Bariloche quando o clima esquenta. Como o nome diz, ele passa por 7 lindos lagos, além da Villa La Angostura e San Martín de los Andes. O Cerro Tronador, também só é feito sem neve, e é o ponto mais alto da região.

As outras opções de passeios que triunfam durante o inverno também funcionam, porém, de formas diferentes é claro, sem a neve e com atividades novas. Bariloche no verão ganha novas cores, e se torna praticamente um destino diferente!



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *