Roteiro de 1 Dia em Pinheiros

Pinheiros, um dos bairros mais sofisticados e antigos da cidade de São Paulo. Nascido no século XVI, na zona oeste, está localizado ao longo do Rio Pinheiros e leva esse nome devido aos muitos pinheiros que existiam na região. Já foi moradia de indígenas, e começou seu processo de desenvolvimento na época do ciclo do café e sua exportação. Com a chegada de imigrantes italianos e japoneses, Pinheiros cresceu economicamente com seu comércio e indústrias, atraindo grande parte da elite da cidade,que o procuravam para se instalar. Hoje, o bairro faz divisa com o Alto de Pinheiros, uma continuação de Pinheiros, que também apresenta uma arquitetura europeia, repleta de árvores e praças, além de ter serviços e comércio de alta qualidade, o qual parece ter sido criado de acordo com a classe econômica da região. Conheça esses dois bairros no roteiro turístico que a Magazine preparou, e surpreenda-se com muito bom gosto!

Aceita uma xícara de café?

cafe-da-manha-zarpo-magazineImagem ilustrativa

De longe, parece apenas uma arejada casa repleta de plantas e flores. Mas, ao chegar mais perto, é possível sentir o cheirinho de pão saindo do forno e visualizar um mundo de guloseimas na Julice Boulangère, que será sua parada para um delicioso café da manhã. Ela que foi eleita em 2015 a melhor padaria da cidade pela Folha de São Paulo, tem como dona Julice Vaz, que todos os dias fabrica cerca de 20 tipos diferentes, como os pães italianos, de calabresa com beaujolais, figo seco com provolone, azeite, chocolate, milho com pimentão e vários outros sabores de dar água na boca. É só escolher sua delícia artesanal nas prateleiras e sentar-se em uma das confortáveis cadeiras de madeira ao lado da decoração repleta de vasinhos de flores, para se sentir em casa.

Rua Deputado Lacerda Franco, 536 | Tel.: 3097-9162 | Site

Apaixonado por ciclismo desde a infância, Fábio Samori morou durantes dois anos e meio na Europa, o que impulsionou a abrir o Aro 27 Bike Café, um ambiente multifuncional feito especialmente para ciclistas, mas que agrada a todos. Uma mistura de loja, oficina, café e park’n shower (que consiste em um estacionamento e em um local para tomar banho), facilitando chegar apresentável a compromissos após ter se locomovido de bike. O café oferece refeições rápidas e pratos mais sofisticados, já na parte que se refere à loja, dá pra encontrar canecas, acessórios e livros. E ainda dá para aproveitar e regular seu meio de transporte na oficina. Porém, se a pedida for apenas sentar e saborear um café, aprecie a decoração urbana cheia de cores e bicicletas enfeitando suas paredes. Para continuar o roteiro depois de ir ao Aro 27, aconselho pedir um Uber para a locomoção ou porque não, ir de bicicleta? Assim você pode passear um pouco mais pelo bairro e conhecer toda a beleza da região.

Rua Cardeal Arcoverde, 742 | Tel.: 2537-1918 | Site

Passeios para sua manhã

Diferente de quase tudo, a Casa Bola foi uma ideia do arquiteto Eduardo Longo, o qual tinha o intuito de construir moradias modernas e que se adequassem a uma cidade movimentada, porém, essa seria apenas um protótipo. Construída em 1973 com tramas metálicas e argamassa armada, a casa tem 3 andares e foi planejada em cima da casa onde o Eduardo morava. Se tornou símbolo da arquitetura em São Paulo. Passar por lá e dar uma olhada na casa, vale a pena para matar a curiosidade e tirar divertidas fotos.

Rua Amauri, 352 | Tel.: s/n | Site

manequins-vintage-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Para preencher sua manhã com muito estilo vintage, À La Garçonne é uma ótima escolha. Em 2015, seu proprietário Fábio Souza, inaugurou o novo showrrom com 500 m ² de peças de decoração e roupas vintage no bairro de Pinheiros. A loja é formada por vários ambientes, que demonstram como os móveis antigos e novos ficariam bem em uma sala, por exemplo, combinando o bom gosto com um toque retrô, o qual seria impossível conseguir apenas com peças novas. A loja que só não abre aos domingos, é inspirada nas lojas dos anos 1920 e 1930, portanto remete ao nobre passado. A marca ainda criou uma coleção de roupas femininas e masculinas feitas com materiais reciclados, tecidos esquecidos em tecelagens e retirados de roupas vintage, mas que também podem ser misturados a tecidos novos. Com design atual e perfume próprio da marca, as peças são assinadas por ninguém menos que o estilista Alexandre Herhcovitch.

Rua Francisco Leitão, 134 | Tel.: 2364-3280 | Site

artesanato-zarpo-magazineImagem ilustrativa

A Feira da Praça Benedito Calixto fica aberta todos os sábados das 9h ás 19h e chama a atenção de todos que passam pelo local, já que conta com muitos tipos de expositores (mais de 320), os quais vendem variados tipos de obras de arte, artesanatos, roupas de brechó, disco de vinil, objetos e móveis vintage. Desde 1987, se tornou um ponto de referência cultural e intelectual, e já é considerado um ponto turístico insubstituível em São Paulo. Em sua praça de alimentação, podemos encontrar comidas típicas, petiscos, cervejas, tudo pode ser aproveitado ao som do chorinho que acontece na praça das 14h30 às 18h30 horas, que às vezes também dá lugar a outros ritmos musicais.

Praça Benedito Calixto, 158/162 | Tel.: 3081-0641 | Site

Um almoço de primeira classe

tacas-restaurante-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Com inspiração na cultura sul-americana, o restaurante Jacarandá é uma verdadeira preciosidade um tanto quanto escondida. É fácil passar despercebido pela fachada, mas ao entrar, o impacto do refinado ambiente meia luz feito por pequenos lustres, com um pé de Jacarandá decorando o meio do salão e pratinhos pendurados na parede, faz os visitantes sentirem vontade de ficar e apreciar sua gastronomia. Inaugurado em 2012, o local também abriga logo na entrada, o Armazém Jacarandá, um balcão aberto com vários produtos diferenciados como as especiarias regionais: queijo da Serra da Canastra, mel de Fortaleza, doce de leite de Viçosa, produtos orgânicos, frango caipira, cervejas artesanais e até cafés. Por ali mesmo ou no agradável jardim, também é possível experimentar um dos bolos caseiros, pães de fermentação natural, sucos orgânicos e chás. Às terças, quintas e sábados, o Jacarandá promove uma feirinha de legumes orgânicos e hortaliças. O Bar Raiz também faz parte do estabelecimento, com música ao vivo e no estilo “speakeasy” – nome usado para a reunião de pessoas que bebiam escondido na Lei Seca até 1930 – ou seja, o clima é de puro mistério no ar.

Rua Alves Guimarães, 153 | Tel.: 3083-3003 | Sitek

sangria-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Sem dúvidas, você não encontrará nada mais caliente para seu almoço, se ele não for no Almodóvar, um restaurante originalmente espanhol que após conhecer os sabores brasileiros, transformou o cardápio e fez uma fusão entre os ingredientes e receitas dos dois países. Ao entrar, já dá pra se sentir com um pezinho na Espanha. Sua rica decoração dramática é inspirada nos filmes do cineasta Pedro Almodóvar – que também dá nome ao local – com cortinas vermelhas, imagens nas paredes e mesas e cadeiras pretas, ficam completas com os lustres de cristal. No estabelecimento são servidos vinhos espanhóis e sangrías, chamando a atenção dos adoradores da cultura espanhola, das músicas, idioma, costumes e principalmente, da gastronomia. Inaugurado em 2012, o restaurante tem em seu cardápio a gastronomia de arrozes, fideuás, pucheros e tapas.

Rua dos Pinheiros, 274 | Tel.: 3062-4455 | Site

Aproveite o melhor da sua tarde

cinema-zarpo-magazine

O Cinesala foi criado com a intenção de promover e valorizar os encontros pessoais, e parece que consegue atingir seu objetivo com a espaçosa e confortável sala. Seus donos são os sócios Rodrigo Makray, Adhemar Oliveira, Raí Oliveira e Paulo Velasco, que tiveram a ideia de reformar um antigo cinema de mesmo nome. Os filmes que passam nas sessões precisam ser populares e ao mesmo tempo autorais, que englobam o público jovem até os mais velhos. Não é atoa que em 2015 foi eleito por ter a sala mais confortável pela Folha de São Paulo, e em 2016, ganhou como melhor bomboniere de cinema, já que ela oferece gelatos e cafés premiados Stuzzi, pipoca salgada e doce, sucos orgânicos, cerveja e vinho, que você pode saborear assistindo ao filme e se deitar em imensos sofás.

Rua Fradique Coutinho, 361 | Tel.: 5096-0585 | Site

mamusca-zarpo-magazineEstefi Machado/Divulgação

O Mamusca é um gostoso e diferenciado espaço para passar à tarde com as crianças. Elas vão adorar o clima aconchegante e com ambientes que lembram a casa deles, como o quintal, o tanque de areia, a jabuticabeira, a casinha de boneca, fantasias, brinquedos, pufes e sofás. As oficinas de história, arte, música e culinária, por exemplo, também entretém os pequenos, além de também poderem cuidar da hortinha sob a monitoria dos Brincadores enquanto os adultos podem saborear algumas das delícias do restaurante/café do Mamusca. Com pratos decorados especialmente para as crianças e outros para os adultos, o local também oferece sucos naturais, refrigerantes orgânicos, saladas, sanduíches e bolos. Aos domingos e segundas o local abre apenas para eventos e festas.

Rua Joaquim Antunes, 778 | Tel.: 2362-9303 | Site

quiche-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Sua fachada simples com um toldo em azul e branco, engana quem passa e acha que ali é apenas uma casa bonita. O La Quichê oferece deliciosos quiches feitos a base de iogurte, o que as torna mais leves e saborosas. A ideia do chef Gabriel Barone é surpreender seus clientes diariamente com quiches doces, salgados, mini quiches, croissant, bolos, cafés gourmet e muitas receitas de dar água na boca. Alguns dos sabores são:Cremè Brulée (Quiche recheada com Crème Brulée) e Crevette (Camarão, fundo de alcachofra e queijo emmental). Um melhor que outro para saborear durante a tarde, não? O ambiente de dentro é claro e tem algumas paredes enfeitadas com detalhes em marrom, espelhos e balcões em madeira. Já a parte de fora é muito charmosa com guarda-sóis coloridos no teto e uma rede de folhas que formam uma deliciosa sombra para as mesinhas, que são decoradas com jogos americanos e vasinhos de flores. Na parede de fora está desenhada a Torre Eiffel que faz os clientes se sentirem na Europa.

Rua Artur de Azevedo, 657 | Tel.: 3213 9230 | Site

Deguste as delícias de pinheiros em seu jantar

chou-restaurante-zarpo-magazineGui Galembeck/Divulgação

Nos mínimos detalhes, ir ao restaurante Chou é uma experiência única. Gabriela Barretto – que também é autora do livro “Como Cozinhar sua Preguiça” – inaugurou o local em 2008, quando ainda era o quintal de sua casa, pequeno, porém encantador. Ela que não gosta de ser chamada de chef e adora jardinagem, deixou o lugar elegante com mesinhas de madeira, plantas e árvores ao redor e no meio do salão. As luzes penduradas dão um toque de aconchego, uma verdadeira gracinha. Morou no andar de cima durante o primeiro ano de funcionamento, depois mudou-se para 8 quadras dali. Quando o pão do couvert chega às disputadas mesas, já dá pra perceber a textura perfeita e sentir vontade de degustar as outras entradinhas e opções de pratos oferecidos no cardápio, que em sua maioria são feitos na brasa e são de dar água na boca.

Rua Mateus Grou, 345 | Tel.: 3083-6998 | Site

tan-tan-noodle-zarpo-magazineRubens Kato/Divulgação

Com uma forte inspiração oriental, o Tan Tan Noodle Bar tem uma pegada moderna desde a hora da chegada de seus visitantes até a sobremesa. Na entrada os clientes são recebidos por uma hostess, a qual te colocará em uma fila de espera digital (caso precise), e ao chegar sua vez, você recebe uma mensagem no celular. Ao som de pop/rock, é possível ver os barmans trabalhando do lado de dentro do balcão. Quem está acostumado saborear apenas no bairro Liberdade os famosos noodles e lames, se surpreende ao deparar-se com esses pratos em Pinheiros, no Tan Tan, também são servidos drinks como o Hakuna Matata (rum, fernet, mel e limão) e o Gojira (shochu de batata doce, suco de limão e gingerbeer). Para começar peça uma porção de Tebá (asinhas de frango frito com molho picante) ou um tempurá de legumes, que muda de acordo com a sazonalidade. Pequeno e aconchegante, o ambiente acomoda os clientes em mesinhas e bancos de madeira, sua luz fraca deixa o local um tanto rústico e convidativo.

Rua Fradique Coutinho, 15 | Tel.: 32373-3587 | Site

Jantar no restaurante Suri Ceviche Bar é experimentar novos sabores da América Latina (inclusive o peruano), sem sair de São Paulo. O cardápio também é moldado com sabores asiáticos e europeus, um diferencial que o chef colombiano Dagoberto Torres mostra em seus pratos à base de frutos do mar, principalmente nos saborosos tipos de ceviche – cerca de 15. A carta de vinhos, cervejas e drinks completa o paladar de quem está à procura de uma diferenciada gastronomia. O ambiente informal, torna o local mais aconchegante desde a entrada, que fornece bancos na calçada e pequenas árvores, um convite para entrar e descobrir novos sabores.

Rua Mateus Grou, 488 | Tel.: 3034-1763 | Site

A culta e divertida noite em Pinheiros

jazz-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Simplesmente escondido, o Jazz nos Fundos aguça a imaginação de seus visitantes. Tome cuidado para não passar do endereço, já que está localizado nos fundos de um estacionamento, porém, o local já foi bem mais escuso, não possuía fachada ou indicação. Agora, o Jazz se tornou um Centro Cultural de Música Instrumental, e apesar de continuar no mesmo local, apenas se transformou em um prédio de 3 andares, no térreo está a Sala do Autor, no subsolo o Jazz dos Fundos e o último andar é reservado para o restaurante Barceloneta. Inspirado no estilo americano “speakeasy” (bares escondidos) o local não tinha a intenção, mas acabou formando uma comunidade desse gênero. Sua decoração é completamente artística e urbana – repleta de quadros e obras de arte – com mesas e cadeiras dispersas, feitas de materiais reaproveitados. Os cardápios têm forma de cd, e nos inspiram a escolher uma porção enquanto ouvimos o som do piano de cauda ou de alguma banda boa.

Rua Cardeal Arcoverde, 742 | Tel.: 94311-2766 | Site



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *