8 Parques de Curitiba Para Conhecer e se Encantar

8 Parques de Curitiba Para Conhecer e se Encantar

Conhecida nacionalmente por seus planos urbanos inovadores e por sua grande preocupação com o meio ambiente, a capital do Paraná é considerada ecologicamente sustentável e uma das cidade brasileiras mais influentes no cenário global. A qualidade de vida que oferece aos seus moradores também é um diferencial, ainda mais quando coloca em cena seus inúmeros parques (são mais de 30) que esbanjam ótimos projetos arquitetônicos e boa estrutura. É por isso que Mag atualizou esse artigo, para mostrar como a natureza pode conviver em harmonia com a cidade, e que você não pode deixar de conhecer cada um desses parques de Curitiba!

Encontre hotéis em Curitiba com tarifas promocionais

Portal do Passeio Público: o mais tradicional de Curitiba

flickr-passeio-publico-curitiba-zarpoDAR7 e Eloy Olindo Setti/CC BY-SA

O parque mais antigo do da cidade, inaugurado em 1886, foi considerado também o primeiro zoológico da capital. Logo na entrada é possível ver o belo portal que dá as boas-vindas aos visitantes – o qual foi construído apenas 24 anos depois de sua inauguração – inspirado em um monumento do Cemitério de Cães d’Asnières, localizado em Paris, que encantou o engenheiro e prefeito da cidade Cândido Abreu.

Além disso, o parque possui uma grande diversidade de flora e fauna, pedalinhos, playground, ciclovias, pista para caminhadas, ciclovia, aquário e outras coisas mais. Foi tombado como Patrimônio Cultural em 10 de setembro de 1972.

Bosque do Papa: recanto da história polonesa

casa bosque joao paulo flickrOtávio Nogueira/Flickr CC-BY

O Bosque faz jus ao nome, já que foi inaugurado em 1980, após a visita do Papa João Paulo II à Curitiba. Com seus 48 mil m², o Bosque do Papa também abriga o Memorial da Imigração Polonesa, local que reconstitui os ambientes onde viveram os primeiros imigrantes poloneses.

Localizado em uma área que abrange uma reserva de Mata Atlântica com mais de 300 araucárias, recebe continuamente eventos da cultura polonesa como o Swieconka (Benção dos Alimentos). Os visitantes também pode aproveitar as trilhas ecológicas, a ciclovia, a loja de artesanato e a casa de chás em estilo polonês.

Bosque Portugal: um memorial da língua portuguesa

bosque do portugal wikimediaLeonardo Stabile/Public Domain

Inaugurado em 1994, o Bosque Portugal tem seus 21 mil m² decorados com elementos da cultura portuguesa. Por lá é possível ver azulejos pintados com poesias escritas por grandes poetas da língua portuguesa como Luís de Camões, Gregório de Matos, Castro Alves e outros. Em meio da decoração estão 8 pilares representando os países que falam a português: Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Parque Tanguá: um dos mais atraentes parques de Curitiba

Encante-se com as belezas dos parques de Curitiba

Um dos mais atraentes parques de Curitiba, é o Tanguá, nele há dois belos lagos com um interessante túnel artificial. O parque preserva a bacia norte do rio Barigui, bem próximo à nascente e hoje é destinado ao lazer. O Tanguá é um grande exemplo de criatividade que faz de Curitiba um exemplo de cidade, exatamente pelo fato de ter sido construído onde existiam duas pedreiras numa área que servia de reciclagem de lixo industrial.

O parque fica localizado na região norte da cidade, nos bairros de Pilarzinho e Taboão. Além de possuir pista de cooper, ciclovia, lanchonetes, possui também um mirante onde é possível observar uma vista incrível de parte da cidade. A visita ao túnel artificial que cruza o meio de uma rocha e une dois lagos, não pode deixar de ser feita, tanto para quem prefere ir de barco, quanto a pé.

O cartão postal de Curitiba une harmonia ao belo visual

Encante-se com as belezas dos parques de Curitiba

Um dos principais parques de Curitiba é certamente o cartão postal da cidade. Quem nunca associou a imagem do belo Jardim Botânico quando ouviu falar sobre a capital paranaense? A fama do parque se dá por sua beleza que harmoniza todos os detalhes que a compõe, com a natureza existente de forma planejada e encantadora. O nome oficial do Jardim Botânico é em homenagem à urbanista Francisca Maria Garfunkel Rischbieter, que foi pioneira no planejamento urbano de Curitiba.

Para quem chega no parque, após passar pelos arcos de entrada e caminhar um pouco à frente, encontra o chafariz com a escultura “Amor materno, do artista João Zaco, e logo lá na frente, a estufa com estrutura de ferro e vidro inspirada no Palácio de Cristal de Londres. Nela há uma grande variedade de plantas com espécies da Floresta Atlântica e em sua parte exterior, logo atrás, está situado o Espaço Cultural Frans Krajcberg com a exposição permanente “A Revolta”, onde há obras do artista polonês radicado no Brasil, Frans Krajcberg.

Parque Barigui: ideal para a prática de exercícios e um belo passeio

Encante-se com as belezas dos parques de Curitiba

O parque Barigui é considerado o Ibirapuera para os curitibanos, justamente por ser um dos maiores parques de Curitiba. Também pelo fato de que os moradores podem aproveitar das pistas planas para dar aquela caminhada, correr, praticar ciclismo e também exercícios ao ar livre. É comum o parque servir como área de refúgio para quem busca sossego, e também para as diversas espécies de animais que vivem ali, como capivara, carneiros, aves e roedores. Além de bares e restaurantes, é no Barigui que fica localizado o Museu do Automóvel de Curitiba e o Centro de Exposições.

Parque Tingui: além de belo, é rico em história e cultura

Encante-se com as belezas dos parques de Curitiba

Aos amantes de história e cultura local, o Parque Tingui é ideal e não pode deixar de ser visitado. O lugar rende um passeio que, sem dúvidas, é enriquecedor. Começando pelo nome do parque que presta homenagem aos índios Tingui (primeiros habitantes da região na época da colonização pelos portugueses) e depois com a estátua esculpida em bronze logo na estrada, que tem como forma o Cacique Tindiqueira, líder da tribo.

Localiza-se no parque o Memorial Ucraniano, que também homenageia os imigrantes ucranianos que escolheram essa região do Brasil para viverem. O memorial foi inaugurado em 1995, logo quando completou 100 anos da chegada desses imigrantes. O que o compõe é principalmente a réplica da igreja de São Miguel Arcanjo, uma casa bem típica do país, palco ao ar livre e um portal.

Leve as crianças para um passeio no Bosque do Alemão

Encante-se com as belezas dos parques de Curitiba Adelano Lázaro/Public Domain

Há bosques que também servem perfeitamente como boas opções de visitas nos parques de Curitiba. O bosque do Alemão, por exemplo! Trata-se da encantadora e antiga chácara da família Schaffer, ela possui jardins maravilhosos e equipamentos espalhados pelo bosque relacionados à cultura germânica. O Oratório de Bach que compõe o bosque, é uma réplica da igreja presbiteriana de estilo neogótico e abriga uma sala de concertos e lanchonete com produtos típicos. Logo no jardim externo, há uma passarela que conduz a um incrível mirante situado em cima da Torre dos Filósofos.

O bosque do alemão é um ótimo lugar para ir com as crianças. Há um percurso de painéis de azulejo que conta a famosa historinha de João e Maria e leva até biblioteca chamada Casa da Bruxa, lugar onde se desenvolve o interesse pela leitura infantil. Para as crianças que visitam a biblioteca, é possível participar da “Hora do Conto”, onde bruxas e fadas fazem uma apresentação de leitura e teatro.



Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *