Roteiro de 1 Fim de Semana em Tiradentes

Um dos mais charmosos destinos históricos de Minas Gerais, Tiradentes é, no mínimo, apaixonante. Ruas e ruelas com calçamento de pedra pé-de-moleque, muitos casarões coloniais com portas e janelas coloridas e lampiões na fachada, centenárias igrejas barrocas, ateliês de arte, lojinhas de artesanato, exuberante natureza da Serra de São José e, para completar, um dos maiores atrativos de Minas Gerais: gastronomia deliciosa. Nesse roteiro da Mag você irá encontrar dicas imperdíveis de como aproveitar o melhor desse amor de cidadezinha.

Café da manhã ao melhor estilo Tiradentes

cafe-zarpoImagem ilustrativa

Esse destino é sinônimo de história e sabor, então nada melhor que começar o roteiro com boas doses dos dois. Na Casa do Sino, uma mistura de café, antiquário e brigaderia, os clientes podem saborear um típico cafezinho mineiro, coado na mesa. Para comer, além dos brigadeiros feitos com chocolate belga, tem bolos caseiros, salgados deliciosos e doces portugueses. No antiquário é possível encontrar objetos decorativos e joias confeccionadas com metais e pedras extraídos de Minas Gerais.

Rua Min. Gabriel Passos, 198 – 210 | Tel.: (32) 3355-1481 | Site

Explore a natureza!

Antes de cair nos encantos históricos e gastronômicos de Tiradentes, uma boa pedida para quem vai ficar o fim de semana todo no destino, é percorrer a Travessia da Serra de São José. A trilha dura cerca de 5h, passa pela calçada construída pelos escravos no século 18 e faz paradas em cachoeiras, piscinas naturais e mirantes. É indicado procurar uma agência de turismo local e contratar um guia. Quem gosta de aventura, ainda pode explorar a natureza da serra com pedaladas e passeios de jipe.

Serra de São José – Tiradentes

trilha-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Para uma imersão à natureza que dure menos tempo, faça a trilha do Bosque da Mãe D’Água. A reserva florestal está situada aos pés da Serra de São José, atrás do Chafariz de São José, e sua trilha de apenas 1 km vai até uma nascente, acompanhando o aqueduto que foi construído por escravos há séculos, para abastecer o chafariz.

Rua Francisco Cândido Barbosa, 34

Dicas culturais

Faça uma visita ao Museu da Liturgia, o único dedicado ao tema na América Latina. O acervo apresenta mais de 420 peças sacras dos séculos 18 ao 20, tais como pinturas, ex-votos, esculturas e imagens, objetos em metal e madeira, paramentos, missais e outros objetos religiosos. O museu também conta com instalações audiovisuais e terminais multimídia. Funciona de quinta a segunda, inclusive feriados, das 10h às 17h.

Rua Jogo de Bola, 15 – Centro | Tel.: (32) 3355-1552 | Site

museu-sant-anaKelvin Mckolen Martins/Divulgação

Para quem gosta de arte sacra, outro passeio que também vale acrescentar ao roteiro é o Museu de Sant’Ana, instalado na antiga cadeia pública de Tiradentes, um edifício importante da cidade. No acervo é possível encontrar cerca de 300 imagens de Sant’Ana, produzidas em diversas regiões do país, com variados estilos e técnicas. O MUS conta também com 15 aparelhos audioguias, que apresentam os conteúdos de forma interativa, por meio de áudios, vídeos e fotos. Abre diariamente (exceto às terças) das 10h às 19h.

Rua Direita, 93 – Centro | Tel.: (32) 3355 2798 | Site

Entregue-se aos deleites de Tiradentes

prato-ensopado-galinha-zarpoImagem ilustrativa

Considerado pelo Guia Quatro Rodas, por diversos anos consecutivos, o melhor restaurante de comida regional do Brasil, o Virada’s do Largo é parada indispensável para saborear a mais autêntica comidinha de Minas. Beth Beltrão, chef e proprietária da casa, preza por produtos orgânicos, cultivados na própria horta e pelo preparo artesanal, no fogão a lenha, sem deixar a pressa da vida moderna entrar na cozinha. No cardápio é difícil escolher entre as muitas iguarias regionais, como o frango caipira, o frango com angu e ora-pro-nóbis, o tutu com costelinha e o feijão-tropeiro. O ambiente é rústico e acolhedor, ao melhor estilo mineirinho.

Rua do Moinho, 11 – Centro | Tel.: (32) 3355-1111 | Site

O Leitão do Luiz Ney é uma opção gastronômica que não pode faltar no roteiro. Situado em meio a muito verde, na pousada Villa Paolucci, o restaurante do chef Luiz Ney serve um leitão à pururuca famoso em toda a cidade. O prato que é uma herança de seu pai, tem técnicas que o torna único, como não usar óleo fervente para pururucar a pele, mas sim a brasa, e deixar o porco uma semana marinando em uma mistura de ervas, vinho, cachaça e outras especiarias. Junto da estrela da casa são servidos acompanhamentos da gastronomia mineira. O negócio continua em família, e quem elaborou a carta de vinhos, foi a sommelier Sabrina Paolucci, filha de Luiz. Como o preparo requer bastante tempo, é necessário reservar o seu almoço com 24 horas de antecedência.

Rua do Chafariz, s/n – Centro | Tel.: (32) 3355-1350 | Site

quesadillas-zarpoImagem ilustrativa

Para variar o cardápio, Tiradentes também tem boas opções, como o CasAzul Bistrô Latino & Grill. O restaurante é uma homenagem à Frida Kahlo, tem seu nome inspirado no museu da artista, e em sua charmosa, caprichada e colorida decoração há várias referências à pintora mexicana. O cardápio apresenta opções de carnes especiais, saladas, sanduíches, crepes, caldos e, claro, pratos da culinária mexicana, como as deliciosas quesadillas.

Rua da Cadeia, s/n – Centro | Tel.: (32) 3355-1868 | Site

Compras e mais compras

O melhor lugar para encontrar artesanatos lindos está a 8 km de Tiradentes, no vilarejo de Bichinho. Tudo começou em 1991, quando a Oficina de Agosto foi fundada pelo artista plástico Antônio Carlos Bech, para ensinar técnicas de artesanato aos moradores. Pois eles aprenderam direitinho e hoje o local conta com muitos ateliês que vendem móveis, esculturas, bordados, crochê, fuxicos e diversos tipos de objetos decorativos. A Oficina abre de segunda a sábado, das 10h às 17h e aos domingos das 10h às 15h.

Rua São Sebastião, 107 – Bichinho | Tel.: (32) 3353-7081 | Site

No centro de Tiradentes, é indispensável dar uma passadinha na Marcas Mineiras. A loja instalada em uma construção histórica esbanja charme e conta com um café no jardim, cheio de delícias para uma pausa após passar um tempo comprando peças lindíssimas, como os cristais Cá d’Oro, as roupas de cama e banho da Graziela Guimarães, os tapetes da Marie Camille e mais.

Largo das Mercês, 49 – Centro | Tel.: (32) 3355-1682 | Site

design-by-somers-zarpoDivulgação

Para completar as compras, também não pode faltar uma visita à Design by Somers, loja que tem como pilares o design, a sustentabilidade e a tradição no estanho, matéria prima sempre presente nos produtos. Com vasos, travessas, jarras, talheres, castiçais, candelabros, cinzeiros, relógios e muito mais, é possível vestir a casa toda de forma artística e luxuosa. Abre de segunda a sexta, das 7hs às 17hs.

Rua Direita, 159 – Centro |Tel.: (32) 3355-2813 | Site

Voltinha (no tempo) até São João del Rei

Se toda atmosfera histórica de Tiradentes já não fosse o bastante para viajar no tempo, ainda é possível completar essa viagem com um passeio de Trem Maria Fumaça até a cidade vizinha. O trem parte de uma estação do século 19 e percorre 13 km na antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas, ao lado do Rio das Mortes e da Serra, até chegar em São João Del Rei, em cerca de 40 minutos. A cidadezinha é um charme, com seus casarões coloniais e igrejas centenárias. Saídas de sextas, às 13h e às 17h, sábados às 14h e às 17h e domingos às 11h e às 14h.

Praça da Estação s/nº

Roteiro artístico

atelier-sergio-ramos-zarpoDenise Guideti/Divulgação

Além do artesanato, em Tiradentes a produção de arte é muito expressiva com pinturas. Um lugar para conferir obras incríveis é o Atelier Sérgio Ramos, que apresenta em seus quadros metáforas de objetos do cotidiano que se compreendem, se refletem e se correspondem como em um diálogo. Funciona de segunda a sábado, das 10h às 19h, e aos domingos, das 10h às 14h.

Rua da Câmara, 83 – Centro | Tel.: (32) 3355-2690| Site

moitara-arte-zarpoDivulgação

Também é imperdível visitar a Galeria – Moitará Arte Indígena. O espaço tem como objetivo catalogar, expor e mostrar a diversidade, beleza e a criatividade de diversas etnias e regiões do Brasil. Além do acervo com coleções de fotografias e de músicas originais das comunidades indígenas, é possível levar para casa peças em óleo e acrílico, bancos zoomorfos, esculturas, cerâmicas, ornamentos e muito mais.

Rua Alvarenga Peixoto, 1027 | Tel.: (32) 3355-2800 | Site

E claro: o centrinho

tiradentes-zarpo

Para ir às atrações indicadas, os visitantes já vão ter passeado pelo charmoso e bucólico Centro Histórico de Tiradentes, mas é bom dar uma atenção especial à Matriz de Santo Antônio, que é considerado um dos mais ricos exemplares do barroco brasileiro e tem esculturas feitas por Aleijadinho.  Também merece visita a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, que apresenta estilo barroco, detalhes em rococó e tem uma belíssima pintura no teto da capela mor.

Rua Padre Toledo, 2 – Centro

Os melhores jantares da cidade

Para um jantar sofisticado em Tiradentes, vá ao Pacco & Bacco, restaurante instalado em um casarão colonial e que apresenta uma decoração charmosa e com toques contemporâneos. Um dos destaques é a iluminação, assinada por Maneco Quinderé. Além de uma carta de vinhos com mais de 150 rótulos e o sommelier e proprietário Francisco Rodriguez com vasta experiência em harmonizações, na cozinha o chef Rafael Pires prepara deliciosos pratos, como o Risoto Mar de Minas (camarão grelhado com risoto cozido no caldo de camarão, alho poró e ora-pro-nobis. Acompanha farofa de castanha do Pará).

Rua Direita, 166 – Centro | Tel.: (32) 3355-1136 | Site

angatu-zarpoEugênio Sávio/Divulgação

Experimente um jantar no Angatu, nome que em Tupi Guarani, significa “bem-estar, felicidade e alma boa”. Na cozinha aberta, os clientes podem acompanhar o chef Rodolfo Mayer no preparo de seus pratos autorais, feitos com ingredientes, na maioria nacionais. As delícias são servidas em lindos pratos de cerâmica, feitos por Nicia Braga. O ambiente com decoração rústica e ao mesmo tempo com detalhes sofisticados, é um charme à parte!

Rua da Cadeia, 38 – Centro | Tel.: (32) 99903-5734 | Site

A chef Nancy Souza e sua sócia Lú Cordovil são responsáveis por dar vida ao Santíssima Gula, mais um restaurante para ser descoberto sem pressa. A experiência de menu degustação, composta por um selecionado menu de antepastos, entrada, prato principal e sobremesa, tem atendimento personalizado e acontece em um ambiente com luz baixa, paredes de madeira, fogão à lenha e trilha sonora de fundo. O restaurante só serve jantares e apenas com reservas.

Rua Padre Gaspar, 343 | Tel.: (32) 3355-1162 | Site

comida-tailandesa-zarpoImagem ilustrativa

Para uma experiência que vai além da culinária mineira, o Uaithai Bistrô é a pedida. Nele os comensais podem experimentar as criações do chef Ricardo Martins, que apresenta uma cozinha única e autoral, misturando produtos frescos e leves da culinária tailandesa com a tradicional comida mineira. Dessa união e com a ajuda de ervas, especiarias e frutas, o resultado são pratos com sabores e aromas marcantes. A decoração rica em detalhes é fruto da experiência do fotógrafo Lufe Gomes em viagens pelo sudeste asiático e também recordações da infância em Minas Gerais.

Rua Direita, 205ª – Centro | Tel.: (32) 99927-9903 | Site

Para beber

jazz-zarpoImagem ilustrativa

Quando a noite chegar e com ela a vontade de uma cervejinha gelada, o lugar certo é o Conto de Réis Biritaria. O bar, situado em um casarão histórico, tem o estilo de um típico boteco carioca e é perfeito para petiscar, beber e curtir os shows de jazz, bossa nova, choro e blues, que acontecem todas às sextas e sábados. Dentre os tira gostos deliciosos, o bolinho de mandioca com queijo é uma ótima escolha.

Largo das Forras, 62 – Centro | Tel.: (32)3355-1790 | Site

Com mesinhas do lado de fora, na calçada, atendimento especial feito pelos simpáticos proprietários e uma excelente carta de vinhos, o Entrepôt du Vin é mais uma dica para embalar a noite em Tiradentes. Além dos vinhos, o cardápio conta com opções de espumantes, cervejas artesanais, whiskies e drinks diversos. Para petiscar tem tábua de queijos, frios, salaminho, carpaccios e outras delicinhas.

Rua Direita, 205 – Centro | Tel.: (32) 99905-1113 | Site



Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *