Roteiro de 1 Fim de Semana em São Thomé das Letras

Rodolfo Magalhaes/CC-BY 

Rústico, místico e cheio de lendas, São Thomé das Letras é um destino para praticar o desapego. Não espere luxos! Na cidadezinha de ruas e casas de pedra o que importa é a atmosfera “positive vibration” e a natureza composta por trilhas, cachoeiras, grutas e pedras. Na hora que a fome bater, o viajante não encontrará nenhum bistrô sofisticado com empratamentos impecáveis, mas os restaurantes simples de comidinha mineira, caseira e farta, não desamparam. As muitas lojinhas de artesanato, principal renda dos locais, também fazem parte da experiência e garantem boas lembranças da viagem. Confira as dicas da Mag e descubra esse pedacinho mágico de Minas Gerais!

Antes de tudo, um bom café mineirinho

thome-cafe-sao-thome-das-letras-mg-zarpoDivulgação

Você vai precisar de energia para percorrer as trilhas e descobrir as cachoeiras de São Thomé das Letras, então para o desjejum, vá ao Thomé Café, situado no centro da cidade. A primeira refeição do dia começa com um gostoso café das fazendas da região e iguarias bem típicas de Minas Gerais, como a broa de pau a pique (feita na folha da bananeira) e o pão de queijo assado na pedra e com sabor colonial. Um diferencial legal da casa é oferecer opções de lanches veganos, como de berinjela e de grão de bico. Também vale a pena voltar à noite, para um caldo ou açaí e curtir as apresentações musicais.

Praça Barão de Alfenas, 144 B| Tel.: (35) 99120-0139 | Site

Explorando a natureza de São Thomé das Letras

wiki-cachoeira-paraiso-sao-thome-das-letras-mg-zarpoCachoeira Paraíso por Rodrigo Augusto Machado/CC BY-SA 

Mais revitalizante que tomar banho de cachoeira, só mesmo se for uma cachoeira em São Thomé das Letras. O destino conta com muitas quedas, e uma das mais famosas e procuradas é a Véu de Noiva. Situada a cerca de 10 km do centro, a cachoeira tem fácil acesso por trilha com aproximadamente 50 minutos de caminhada. Sua queda de 20 metros cheia de pedras é muito utilizada para a prática de rapel e cachoeirismo. Com cerca de mais 100 metros de caminhada, é possível encontrar a Cachoeira Paraíso que tem uma queda pequena e piscina natural rasinha.

Acesso pela estrada para Cruzília

Pertinho do centro (6km), com fácil acesso e piscina rasinha, a Cachoeira do Flávio é muito procurada por famílias com crianças. Quando o volume de água está alto se formam várias quedas e é possível ficar em pé embaixo das águas, como em uma hidromassagem natural. À beira há uma prainha com areia.

Acesso pela estrada para Baependi

wiki-cachoeira-antares-sao-thome-das-letras-mg-zarpoCesar Gritti/CC BY-SA

Outra cachoeira que merece destaque é a do Antares, a maior da cidade. Apesar da queda ter cerca de 30 metros de altura, a piscina natural que se forma é rasa e torna possível entrar embaixo das águas e tomar um bom banho. Por ser mais distante do centro, cerca de 14 km, é menos frequentada que as outras. Quem curte esportes radicais, pode aproveitar para se aventurar na queda com rapel.

Estrada para a Conceição do Rio Verde

Hora dos quitutes mineirinhos

pizza-zarpoImagem ilustrativa

Em uma casa de pedra, com ambiente rústico, simples, aconchegante e decorado com algumas peças vintages, como ferros e máquinas de costura antigos, está o Restaurante das Magas. O cardápio é variado e oferece delícias da culinária mineira, pizzas na pedra e também pratos próprios, como o Salmão do Mago. A pedida é começar os deleites com a cachaça Juízo, para abrir o apetite. Também é indispensável pedir a famosa picanha na pedra, assada na mesa dos clientes, que podem escolher o ponto desejado.

Rua Francisco Pinto de Souza, 300, Centro | Tel.: (35) 3237-1326 | Site

Outra parada obrigatória na hora do almoço é o Restaurante da Sinhá, que tem um ambiente rústico com pequenos detalhes na decoração que enchem o ambiente de charme. Além da comida caseira feita e servida no fogão a lenha, ao melhor estilo mineirinho, um dos grandes destaques da casa é o ótimo atendimento que faz com que os clientes se sintam em casa. Dentre os pratos do diversificado cardápio, tem pizzas na pedra, picanha na pedra, massas, yakissobas, crepes, panquecas e até fondues.

Rua Capitão Pedro Jose Martins, 31 – Centro | Tel.: (35) 3237-1348 | Site

Parada para as comprinhas

Para levar uma lembrancinha de São Thomé das Letras, lojinhas de artesanato não faltam. A Arte Brasil Artesanatos é uma das opções para encontrar artigos produzidos em couro, tais como bolsas, pochetes e mochilas. Todas as peças são exclusivas e produzidas manualmente, desde o tingimento a finalização.

Rua Capitão Pedro Martins, 20 – Centro | Tel.: (35) 3550-0022 | Site

chapeleiro-maluco-sao-thome-das-letras-mg-zarpoDivulgação

Para curtir essa viagem com um chapéu estiloso, passe no Chapeleiro Maluco, a primeira chapelaria de São Thomé das Letras! Além de revender chapéus da Pralana e Marcatto, a lojinha vintage também estampa fotos em pedras, através de um processo de sublimação, comercializa camisetas, filtros dos sonhos e objetos decorativos.

Praça Barão de Alfenas, 90 – Loja 05 | Tel.: (35) 99767-6849 | Site

No bairro de Sobradinho, a cerca de 15 km do centro, estão situadas algumas das atrações mais imperdíveis de São Thomé das Letras. O Poço das Esmeraldas (ou Poço Verde) é um dos atrativos naturais que mais encantam na cidade. O lugar é uma pedreira desativada onde se formou um lago com águas que ficam esverdeadas na luz do sol, está situado em propriedade privada e tem uma taxa por pessoa para ser acessado. O poço é fundo, então é indispensável saber nadar.

Em Sobradinho também, perto do poço, está localizada a Gruta do Labirinto, que tem formação arenítica em seu interior e várias cores. São cerca de 150 metros de extensão, dividida em vários caminhos em forma de labirinto com cerca de 3 a 6 metros de altura. Durante o trajeto que é feito com lanterna, os visitantes passam por um riozinho que a água chega nos joelhos e na saída da gruta encontram uma queda com piscina natural. Inclua também a Cachoeira do Sobradinho, que tem duas lindas quedas de 6 metros de altura, que formam várias piscinas naturais.

Quer ter uma vista daquelas de tirar o fôlego? O Pico do Gavião, o ponto mais alto de São Thomé, fica em Sobradinho, a cerca de 1430 metros de altitude. No início do pico fica o “cemitério esotérico”, uma região plana que é chamada assim por ter pedras em formatos que lembram lápides de cemitérios.

Pôr do sol em São Thomé

pedra-da-bruxa-sao-thome-das-letras-mg-zarpoMaíra Arantes Leite Wick/CC BY-SA

Com muitos pontos altos, o destino tem vários mirantes naturais para apreciar a natureza exuberante de toda a região. Um que precisa ser incluído no seu roteiro – principalmente no momento do pôr do sol -, é a famosa Pedra da Bruxa, uma formação rochosa que lembra o perfil de uma bruxa. A escalada para alcançar seu topo é considerada fácil.

Rua José Nogueira

wiki-casa-da-piramide-sao-thome-das-letras-mg-zarpoCesar Gritti/CC BY-SA

Um dos cartões postais de São Thomé das Letras é a Casa da Pirâmide, uma construção em pedras, situada em um dos pontos mais altos da cidade. Os visitantes costumam subir em seu telhado para aproveitar a vista 360 º e também para assistir ao pôr do sol.

Rua Maria Cândida de Souza, 158-212

Hora do jantar

A noite pede pizza, e uma das melhores da cidade está no Ser Criativo Pizza e Arte na Pedra. O restaurante, que foi montado em uma ruína do século 18, tem decoração charmosa e típica do destino. As estrelas da casa são as 70 variações de pizzas que chegam à mesa dos clientes servidas na pedra, para manter a temperatura. O cardápio também conta com refeições especiais.

Praça Getúlio Vargas, 150 – Centro | Tel.: (35) 3237-1266 | Site

prato-ensopado-galinha-zarpoImagem ilustrativa

Outra excelente pedida para saborear pizzas na pedra e outras delícias, é no O Alquimista Restaurante. Nas duas unidades de comida mineira da cidade, além de ambientes rústicos e charmosos, no cardápio os comensais vão encontrar pratos da autêntica culinária local artesanal, como a Galinhada Mineira (frango frito refogado em temperos e cozido com arroz, milho verde, ervilhas, azeitonas, cenoura em rodelas, cebolinha, acompanhado de couve refogada) e o Mexidão das Letras (mexidão de carne seca desfiada com cebola, couve, ovos, arroz e farinha de milho amarela flocada, acompanhado de feijão caldoso).

Rua Capitão Pedro José Martins, 7 – Centro | Tel.: (35)3237-1279 | Site

Praça da Matriz, 13 – Centro | Tel.: (35) 3237-1185 | Site

E que tal um lanchinho? Conheça o Submarino Lancheria, que, diferente dos estabelecimentos do destino, tem ambiente mais moderninho e opções de sanduíches gourmet, como o Hot Dog Pulled Pork (pão de hot dog, 2 salsichas, lombo desfiado ao molho barbecue, bacon, batata palha, alho frito e mussarela gratinada). No cardápio também tem opções vegetarianas, wraps, porções de frango empanado e de batatas fritas.

Rua Plínio Pedro Martins, 211| Site

Curtindo a noite

caneca-de-cerveja-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Apesar de ser um destino para aproveitar o dia, acordando cedo e desbravando as cachoeiras da região, quem quiser esticar a noite, pode apostar no Alcázar Rock Bar. Toda em pedra e com arquitetura ao estilo de um castelo medieval, a casa já chama atenção por fora. A noite é embalada ao som de apresentações de clássicos do rock, drinks especiais e porções caprichadas.

Rua Plinio Pedro Martins, 340 | Tel.: (35) 99154-9308 | Site



Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *