Roteiro do com o Melhor do Interior de Minas Gerais

Capa: Wagner Dias | Referência artística e arquitetônica do Brasil colonial, Minas Gerais guarda o maior acervo de construções históricas do país. Obras erguidas durante o século XVII contam a história do estado, palco dos eventos mais marcantes da história brasileira. Ciclo do ouro, Inconfidência Mineira, Revolução de 1930, Golpe Militar de 64 e Diretas Já são algumas delas. Vivenciar sua arte, história e sua simples cultura, saborear a deliciosa culinária mineira e se apaixonar pela natureza da região é uma das experiências que interior de Minas Gerais oferece.

O melhor de Capitólio

lago-azul-capitolio-zarpo-magazineNatalia Naomi Y./Flickr CC-BY-SA

A estrela escolhida para a abertura do roteiro em Capitólio, foi o Canyons de Furnas, também conhecido como “Mar de Minas Gerais”. O passeio que pode ser feito de barco, chalana ou escuna, tem duração de 3 horas pelas águas verdinhas do lago, em meio aos corredores de paredões que chegam a mais de 20 metros de altura. As paradas com mergulhos e apreciação das paisagens são feitas no Vale dos Tucanos, no Canyon da Cascata e no Canyon da Cascatinha.

capitolio-cachoeira-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Paraíso Perdido, o complexo turístico que faz jus ao nome. Situado no interior de Minas Gerais, na cidade de São João Batista do Glória, a cerca de 40 km de Capitólio, abriga 3 ribeirões, 18 piscinas naturais e 8 cachoeiras. No local é possível praticar atividades de aventura, tais como cannyoning, trekking, rapel e tirolesa.

salmao-grelhado-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Com vista para o “Mar de Minas”, o Huds Lounge é uma mistura de bar e restô que oferece um cardápio enxuto, mas com pratos requintados e bem elaborados, como o Salmão ao Mediterrâneo. Representado a culinária mineira, o cardápio conta com o Tropeiro Huds (Arroz, bife de pernil acebolado e feijão tropeiro).  Site

A sugestão para curtir a vida noturna dessa cidade do interior de Minas Gerais é o Scarpas Bier Haus. Lanches, porções e culinária japonesas são umas das delícias do cardápio da casa, onde chopps e cervejas artesanais podem ser perfeitos acompanhamentos. A casa anima o público com shows de pop rock, MPB e sertanejo. Site

O melhor de Montes Claros

padaria-zarpo-magazineImagem ilustrativa

A sugestão para café da manhã que o roteiro em Montes Claros oferece é o Purogrão, uma padaria 100% integral. Entre as delícias produzidas pelo empreendimento que surgiu no fundo de um quintal, com fabricações caseiras, estão o Pão de Santo Antônio (ameixa, cravo e canela), Bolo de Fubá (com leite de coco, canela e erva doce) e o Sanduíche de tomate seco (com rúcula, alface e queijo). Site

Nesse resumo do interior de Minas Gerais, o Parque Municipal Milton Prates é um dos mais belos cartões de Montes Claros. Esse passeio repleto de verde e sombras é bastante propício para um piquenique em família ou amigos no gramado entorno do lago, onde há pedalinhos para passeios.

Roteiro de 1 Dia em Montes ClarosLucas Viggiani/Divulgação

Mais um dos templos da alta gastronomia que há no interior de Minas Gerais é o Aroma Restaurante, inaugurado ainda recentemente, em 2016. O lugar decorado minuciosamente, conta com um cardápio com pratos que vão de pizzas, carnes, peixes e massas.  Site

Na Praça da Matriz, além da igreja de arquitetura barroca, fica também o Museu Regional do Norte de Minas, instalado no Casarão da Fafil, datado de 1886. O espaço comandado pela Universidade Estadual de Montes Claros, promove exposições e programas educativos com o objetivo de identificar, documentar, preservar e difundir o patrimônio cultural dessa região do estado. Site

O melhor de Uberlândia

Mais 20 blends de expressos, 30 opções bebidas com café, lanches, tostex e, o carro chefe do tradicional café da manhã mineiro, os majestosos pães de queijo que, inclusive estão disponíveis em deliciosas versões recheadas com Nutella. Esse cardápio recheado de delícias pertence à Cafeteria Vozzuca, a opção de desjejum presente no roteiro de Uberlândia. Site

flickr-parque-sabia-uberlandia-zarpo-magazineCecilia Heinen/Flickr CC-BY

Agradável tanto à tarde, quanto pela manhã, o Parque do Sabiá, com 1.850 m², conta com bosques, nascentes, lago, prainha artificial, aquários, zoológico com cerca de 200 animais de diferentes espécies, quadras esportivas e até piscinas de água corrente.

O Recanto dos Mineiros é um encanto para quem vem de fora e prova a comida que esse lugar serve, fiel ao tão respeitoso sabor típico do interior de Minas Gerais. Situado à beira do rio Uberabinha, o restaurante mantém a originalidade da culinária mineira até na preparação da comida, feita em fogão à lenha.  Site

Com um acervo moderno e contemporâneo, o Museu Universitário de Arte-MUnA apresenta obras de artistas como Maciej Antoni Babinski, Renina Katz, Maria Bonomi, Alfredo Volpi Di Cavalcanti, entre outros, além de espaços expositivos, reserva técnica, sala de conservação e restauro, oficina de ação educativa e auditório. Site

O melhor de Pouso Alegre

capuccino-zarpo-magazineImagem ilustrativa

O café da manhã do roteiro de Pouso Alegre, fica bem no centro da cidade. Em um espaço aconchegante, o Café Bombom dispõe de uma carta de cafés variados e desse cardápio, a recomendação é o cappuccino de creme. Além da bebida, o Café Bombom também oferece salgados, sanduíches, refeições e chopes variados. Site

publico-aplaudindo-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Existente há mais de uma década em Pouso Alegre, o Teatro Municipal de Pouso Alegre é dono de uma arquitetura inspirada na do Teatro de Milão. Essa réplica que também é dona de um estilo neoclássico tem capacidade para receber um público de até 360 pessoas em seus dois andares. Site

Um destaque em Pouso Alegre que agrega ainda mais sabor no resumo do interior de Minas Gerais é o Restaurante Lugano, onde é oferecido um cardápio com pratos da culinária mineira de forma requintada, e mais: os cortes são de carne Angus, um dos tipos de maior qualidade do mercado. Site

No interior de Minas Gerais, a vida noturna é contribuída com Andurah Music Club, uma mistura de bar, balada e restaurante. O ambiente contemplado por música ao vivo de estilos para todos os gostos, segue a linha “cool”, com características modernas. O bar dispõe de um cardápio com bastantes opções de petiscos e bebidas que vão desde cerveja, até drinks, vodkas e whiskys. Site

O melhor de Diamantina

pudim-padaria-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Com um conceito diferenciado, que utiliza receitas tradicionais, mas as prepara com um jeitinho inovador a Padaria Pão Fofo é uma das indicações de café da manhã para esse roteiro do interior de Minas Gerais. Não deixe de provar as broas de milho e os cookies de nozes! Site

cachoeira-biribiri-diamantina-mg-zarpo-magazineRaquel Gonçalves Vieira de Andrade/CC BY-SA

O Parque Estadual Biribiri é apenas uma prévia das belezas que o interior de Minas Gerais guarda. Nele, além da bela e refrescante Cachoeira da Sentinela, há também a Vila Biribiri, composta por ruas ainda de terra e casarões construídos em 1876, quando ainda era um simples vilarejo que servia de morada para os funcionários de uma indústria têxtil.

Apesar de distante do centro de Diamantina, o Bistrô das Meninas  é o lugar certo para um almoço com o clima, a natureza e os sabores da roça. Da cozinha comandada pela chef Janaína Fernandes, saem pratos diversificados, como a famosa Farofa de Feijão de Corda e a Dobradinha com Feijão Branco. Site

casa-chica-da-silva-diamantina-mg-zarpo-magazineSergio Jose Rossini Ferreira/CC BY-SA

Não pode faltar no roteiro de Diamantina um passeio ao Centro Histórico, onde uma das construções grandes e imponentes do interior de Minas Gerais presta homenagem a primeira escrava a deixar a senzala e ganhar uma posição social. A Casa de Chica da Silva, pertencente ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), oferece uma exposição permanente do artista plástico Marcial Ávila que retrata em óleo sobre tela as imagens que Chica construiu no imaginário popular.

O melhor de Juiz de Fora

Com bolos artesanais e cafés especiais, o Pedra Bonita Café é o melhor café da manhã no roteiro de Juiz de Fora. O espaço pequeno e agradável conta com diversas opções de broas, bolinhos, pão de queijo recheado – tudo produzido sem corantes e aromatizantes – e como acompanhamento, bebidas quentes, como o café coado na hora ou as geladas a base de café. Site

Criado em 2005 pelo arquiteto Décio Bracher, o Museu de Arte Moderna Murilo Mendes guarda um acervo bibliográfico com obras do poeta em homenagem. Trabalhos importantes de artistas famosos como Miró, Picasso, Portinari e Guignard, também são expostos no museu. Site

Comandado pelo jovem chef e proprietário Gabriel Bastos, o Savoir-Faire é a casa charmosa do interior de Minas Gerais dona de uma decoração elegante e intimista. No cardápio sazonal, atualizado a cada três meses, pratos da gastronomia francesa podem ser harmonizados com um dos 80 rótulos que a carta de vinho apresenta.  Site

cine-theatro-juiz-de-fora-mg-zarpo-magazineCine-Theatro – Alexandre Dornelas/Divulgação

Tombado em 1994 como Patrimônio Histórico Nacional, o Cine-Theatro Central é um dos principais símbolos culturais da cidade e do interior de Minas Gerais, pois recebe espetáculos de dança, peças de teatro, óperas, concertos, shows, etc. A beleza arquitetônica é muito bem imposta por Raphael Curi e pelo italiano Angelo Biggi, ambos responsáveis pelas artes do lugar. Site

A vida noturna de Juiz de Fora é muito bem representada pelo Experimental Container Bar, um dos estabelecimentos mais interessantes do interior de Minas Gerais. A estrutura moderna é um aproveitamento de containers. No cardápio é guardado opções de petiscos, tapas, montaditos, hambúrgueres gourmet e brusquetas, além das cervejas, chopes e drinques coloridos servidos em divertidas taças e ao som de músicas ao vivo. Site

O melhor de Monte Verde

Provence-Cottage-e-Bistro-zarpoWagner Dias/Divulgação

Parte de uma graciosa pousada, o Provence Cottage & Bistrô é a opção gastronômica no roteiro de Monte Verde. A sofisticação vinda do sul da França é notada por meio da ornamentação dos antiquários europeus. Fornecedores locais e a própria horta do estabelecimento, produzem os ingredientes orgânicos que dão origem aos deliciosos pratos preparados pelo talento do chef Ari Kespers.  Site

orquidario-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Cheio de flores e cores, o Orquidário MV é um dos passeios botânicos do interior de Minas Gerais. Com mais de 1500 espécies, as plantas vão desde bromélias, cactos, suculentas, até plantas exóticas ou carnívoras. Além da visitação, o proprietário e biólogo José Mauricio Piliackas comercializa suas lindas plantas que podem ser levadas para casa como lembrança de Monte Verde. Site

Villa-Donna-Bistro-zarpoDivulgação

A decoração baseada em garrafas cheias de flores e toalhas coloridas nas mesas caracterizam o Villa Donna Bistrô, o restaurante sinônimo de sucesso no interior de Minas Gerais, não é à toa que em 2012 foi destaque no Guia Quatro Rodas. O cardápio oferece diversos pratos artesanais italianos, como risotos e massas, por exemplo. Site

Edelweiss-zarpoDivulgação

Dentro da Galeria Suíça, a Edelweiss é a loja de geleias artesanais de Monte Verde, uma das delícias tradicionais do interior de Minas Gerais. São mais de 15 sabores diferentes e feitos pelo próprio proprietário e cientista Edmundo Garcia Agudo, que usa frutas vindas de plantações próprias, como as framboesas. Site

O melhor de Tiradentes

museu-sant-anaKelvin Mckolen Martins/Divulgação

Instalado na antiga cadeia pública de Tiradentes, o Museu de Sant’Ana conta com um acervo com cerca de 300 imagens de Sant’Ana produzidas em diversas regiões do país, com variados estilos e técnicas. Além disso, 15 aparelhos audioguias apresentam conteúdos de forma interativa, por meio de áudios, vídeos e fotos. Site

design-by-somers-zarpoDivulgação

Design, a sustentabilidade e a tradição no estanho são características que definem a Design By Somers, a loja “cool” do roteiro de Tiradentes e do interior de Minas Gerais. Vasos, travessas, jarras, talheres, castiçais, candelabros, cinzeiros, relógios, entre outros, são um dos artigos encontrados na loja para decorar a de maneira bem artística e luxuosa. Site

atelier-sergio-ramos-zarpoDenise Guideti/Divulgação

Além do artesanato, a produção de arte no interior de Minas Gerais é bastante expressiva pelas pinturas. Um lugar para conferir obras incríveis é o Atelier Sérgio Ramos, que apresenta em seus quadros metáforas de objetos do cotidiano que se compreendem, se refletem e se correspondem como em um diálogo. Site

angatu-zarpoEugênio Sávio/Divulgação

A pedida gastronômica de Tiradentes, no interior de Minas Gerais, fica por conta do Angatu, um restaurante rústico, charmoso e minuciosamente sofisticado. De cozinha aberta, o chef Rodolfo Mayer prepara suas receitas autorais servidas em lindos pratos de cerâmica, feitos por Nicia Braga. Site

O melhor de Ouro Preto

A tradição e simplicidade mineira é resgatada pelo Opera Café, o café sucesso no roteiro de Ouro Preto. Assim que abre, é hora de provar de delícias como sanduíches gourmets, salgados, sobremesas, entre outros quitutes que podem ser perfeitamente combinados com a atração principal do lugar, o tradicional café mineiro.

praca-tiradentes-ouro-preto-zarpo

Além do Monumento à Tiradentes que simboliza e homenageia Joaquim da Silva Xavier, a Praça Tiradentes dispõe de outros atrativos turísticos, como o Museu da Ciência e Técnica, Conjunto Alpoim, Museu da Inconfidência e Igreja das Mercês e Misericórdia.

O nome do restaurante presta homenagem a um personagem histórico da cidade, o Bené da Flauta. O sobrado colonial ainda conserva sua atmosfera marcante da época, por meio da decoração simples e aconchegante. No menu diversificado encontra-se trutas, salmões, belas postas de bacalhau e pratos tradicionais do interior de Minas Gerais, como feijão tropeiro e tutu, entre outros. Site

Redescoberta em 1950, foi renomeada de Mina de Chico Reis e se tornou uma das principais atrações turísticas de Ouro Preto, sendo escolhida entre as tantas que há no interior de Minas Gerais. Com abertura de alguns túneis, é possível visitar e saber um pouco mais da história do antigo escravo Chico Reis e de suas estratégias para esconder o ouro e garantir a alforria de outros escravos. Site

O melhor de Gonçalves

Um dos cartões postais no roteiro de Gonçalves não poderia ficar de fora nesse sobre o interior de Minas Gerais, a Pedra do Forno. O esforço tido durante a trilha é compensando logo que se chega ao topo, onde é proporcionado uma vista de 360° dos 1970 metros de tirar o fôlego.

no-em-pinho-goncalves-zarpoDivulgação

Atualmente aberto ao público o Nó em Pinho Gastronomia da Pousada Solar D’Araucária é o restaurante de culinária mineira que usa ingredientes regionais e orgânicos, colhidos da própria horta e também de fornecedores e produtores locais. O cardápio enxuto apresenta pratos culturais que resgatam as raízes do interior de Minas Gerais. Site

geleias-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Cheia de produtos criativos, feitos com matérias-primas naturais, açúcar orgânico, sem conservantes industrializados e de cultivo agroecológico, a Senhora das Especiarias é uma loja de antepastos, chutneys, conservas, azeites, temperos e geleias. Site

Cerca de duas horas de duração, a trilha para a Pedra Chanfrada exige um pouco de preparo físico por conta da caminhada que apesar de não muito longa, é preciso enfrentar muitas subidas. Ao chegar ao topo de 1771 metros de altitude, uma vista deslumbrante em meio à mata de pinheiros do interior de Minas Gerais.

O melhor de Uberaba

bookafe-uberaba-mg-zarpoDivulgação

Cheio de poltronas e mesas de escritório para trabalhar, o ambiente informal do Bookafé Uberaba é tomado pelo cheirinho de café fresco. O cardápio conta com opções sofisticadas de bebidas, comidinhas e sobremesas para acompanhar o café da manhã no interior de Minas Gerais. Site

wiki-museu-dos-dinossauros-uberaba-mg-zarpoMuseu dos Dinossauros por Andre Borges Lopes/CC BY-SA

A cerca de 30 minutos de Uberaba, o distrito rural de Peirópolis, no interior de Minas Gerais, guarda o Museu dos Dinossauros. O lugar exibe um rico acervo de fósseis de dinossauros e outros vertebrados datados de 65 a 72 milhões de anos de idade, além de painéis que explicam a evolução da vida e dioramas que reproduzem cenários da fauna e flora que havia na região durante a era dos dinossauros. Site

Decorado de maneira moderna pelo talentoso designer Cristiano Marzola, o Restaurante Chef Tuca Antônio foi inaugurado em 2009 e contempla o roteiro de Uberaba. No cardápio, pratos da culinária contemporânea são perfeitamente acompanhados com uma das opções da carta de vinhos. Site

Considerado também como mini zoológico e bosque, o Parque do Jacarandá oferece uma área de lazer com trilhas, brinquedos espalhados, mesas, bancos e vista para o largo artificial. De vegetação nativa do interior de Minas Gerais, o parque abriga animais do cerrado e animais silvestres ameaçados de extinção. Site

O melhor de Poços de Caldas

cafe-da-manha-zarpo-magazineImagem ilustrativa

O design feito pela arquiteta Patricia Medri propõe ao Sá Rosa, características sofisticadas do interior de Minas Gerais. Delícias do cardápio ou da vitrine são ótimas opções para acompanhar seu café matinal pelas mesinhas dispostas tanto no interior da cafeteria, quanto na calçada. Site

ollivia-gastronomia-pocos-de-caldas-zarpoHenrique Benedetti/Divulgação

A construção rústica rodeada por uma natureza exuberante é a opção gastronômica do roteiro de Poços de Caldas. O Ollivia Gastronomia, dos sócios Luciano Viti Mussolin e do chef Henrique Benedetti oferece um cardápio com deliciosos pratos da culinária contemporânea com influências italianas. Site

A mansão histórica erguida no final do século XIX no interior de Minas Gerais, abriga o Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas. No acervo, peças, documentos, móveis dos primeiros moradores, pinturas, porcelanas europeias, roupas antigas, armas brancas e fotografias de personalidades ilustres que visitaram a cidade (D. Pedro II e Juscelino Kubitscheck) contam um pouco da história de Poços de Caldas. Site

galeria-arte-zarpo-magazineImagem ilustrativa

Esmeralda, Ametista, Turmalina, Cristal, entre outras, são nomes de pedras que identificam cada estante da Galeria Ampliart. Com uma área de 1000 m², o local expõe obras de arte de diversos estilos como forma de conhecimento a novas formas artísticas, além dos leilões que acontecem voltados para um público selecionado. Site

O melhor de São Thomé das Letras

O interior de Minas Gerais é repleto de inúmeras quedas e uma das mais famosas e procuradas é a Véu de Noiva, na região de São Thomé das Letras.  Localizada a cerca de 10 km do centro, a trilha de fácil acesso leva a queda de 20 metros, cenário para a prática de rapel e cachoeirismo.

Comida caseira feita e servida no fogão a lenha, ao melhor estilo mineirinho, é um dos grandes destaques do Restaurante da Sinhá, a alternativa presente no roteiro de São Thomé Das Letras. O ótimo atendimento também contribui para experiência gastronômica ser ainda mais perfeita e aconchegante em ao ambiente rústico e charmoso. Site

pedra-da-bruxa-sao-thome-das-letras-mg-zarpoMaíra Arantes Leite Wick/CC BY-SA

A natureza do interior de Minas Gerais se completa de muitas formas e cores, em São Thomé das Letras há vários mirantes para apreciar a exuberância de toda a região. No fim da tarde, a escalada até a Pedra da Bruxa é recompensada com uma pôr do sol maravilhoso.

wiki-casa-da-piramide-sao-thome-das-letras-mg-zarpoCesar Gritti/CC BY-SA

Um dos cartões postais de São Thomé das Letras é a Casa da Pirâmide, uma construção em pedras, situada em um dos pontos mais altos da cidade. Os visitantes costumam subir em seu telhado para aproveitar a vista 360 º e também para assistir ao pôr do sol.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *